Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1025
Título: Conhecimentos e práticas dos profissionais do programa de saúde da família sobre saúde auditiva
Título em inglês: Practical knowledge and of the professionals of the program of health of the family on auditory health
Autor(es): Santos, Elaine Fernandes dos
Orientador(es): Mello, Márcia Gomide da Silva
Palavras-chave: Fonoaudiologia
Audição
Perda Auditiva
Programa Saúde da Família
Serviços de Saúde da Criança
Data do documento: 2004
Citação: SANTOS, E. F., (2004)
Resumo: Segundo a Organização Mundial de Saúde, 42 milhões de pessoas, com idade acima de 3 anos, são portadoras de algum grau de perda auditiva. No Brasil, não há dados em nível populacional sobre a importância da perda auditiva, mas estimam-se que 1,5% da população brasileira sejam portadores de algum grau de perda auditiva. Alterações auditivas são consideradas, pela OMS, problemas de saúde pública e podem, em muitos casos, ser minimizadas e até evitadas através da atenção primária em audiologia, com a inserção de programas de saúde auditiva, reduzindo custos com atendimentos especializados. Sob este aspecto, o objetivo deste estudo foi investigar o conhecimento e as práticas dos profissionais do Programa de Saúde da Família da UBASF César Cals sobre saúde auditiva. Neste sentido, foram realizadas 19 entrevistas com profissionais do PSF e definidas as categorias analíticas para posterior discussão. Convém assinalar que os resultados evidenciaram a falta de conhecimento e sensibilização dos profissionais sobre perda auditiva como uma das principais razões para a não realização da promoção da saúde auditiva. Deste modo, a falta de treinamento ou orientação sobre o assunto também contribuíram para o não reconhecimento da perda auditiva com problema de saúde na área e a não praticidade de sua prevenção. Logo, conclui-se que há necessidade de que sejam adotadas medidas de caráter preventivo em relação à saúde auditiva, partindo de uma sensibilização e treinamento a equipe do PSF.
Abstract: According to the World Health Organization 42 millions of people aged over 3 years old have some kind of audio loss. In Brazil, there are no data in population level about the importance of hearing loss, but estimates show that 1,5% of the Brazilian population is a bearer of any hearing problem. Hearing alterations are considered by WHO, problems of public health and can, in many cases, be minimized and even be avoided through a primary attention in audiology with the insertion of audio health programs, reducing costs with specialized attendance. About this aspect, the objective of this study was to investigate the knowledge of professionals working at Family Health Care Program of UBASF Cesar Cals about hearing health. Thus, 19 interviews with FHCP (Family Health Care Program) professionals were made in order to define analytical categories to posterior discussion. It’s important to reinforce that the results evidenced lack of knowledge and sensibility of professionals concerning audio loss as one of the main reasons to the non-fulfillment of hearing health promotion. This way, the lack of training or orientation about the issue has also contributed to the non-recognition of hearing loss as a health problem in the area and the non- practicality of its prevention.Thus, we conclude that there is a necessity that the prevention measures of hearing health problems could be adopted, having as a starting point the sensitivity and the training of the FHCP staff.
Descrição: SANTOS, Elaine Fernandes dos. Conhecimentos e práticas dos profissionais do programa de saúde da família sobre saúde auditiva. 2004. 109 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2004.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1025
Aparece nas coleções:DSC - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2004_dis_efsantos.pdf522,2 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.