Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/10906
Título: Prática analítica: lugar de solidão
Autor(es): CARDOSO FILHO, Antonio
Palavras-chave: Prática psicanalista
Epistemologia
Ontologia
Data do documento: 1990
Editor: www.revistapsicologia.ufc.br
Citação: CARDOSO FILHO, A. (1990)
Resumo: O artigo problematiza a prática psicanalística a partir do lugar, nela, ocupado pelo psicanalista. Teoriza que a escuta analítica pressupõe o psicanalista destituído do seu ser, resultando no rompimento com uma posição subjetiva. Analisando detalhadamente estas questões nas suas consequências teóricas e práticas, conclui que a prática analítica não se adequa às regras da ontologia nem se adequa na conjuntura epistemológica.
Abstract: This article is about the psychoanalitic practice from the perspective of the psychoanalist's place in this practice. It theorizes that the practice of psychoanalilic listening requires the psychoanalist's abstaining from his wishing concern so that he will be free of any individual attitude. It analises these questions in their practices and consequences coming of the conclusion that the psychoanalitic practice doesn't oorrespod the rules of ontology or the epistemologic conjuncture either.
Descrição: CARDOSO FILHO, Antonio. Prática analítica: lugar de solidão. Revista de Psicologia, Fortaleza, v.7/8, n.1/2, 1989/1990, p.153-158.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/10906
ISSN: 2179-1740 (online)
0102-1222 (impresso)
Aparece nas coleções:DPSI - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
1990_art_acardosofilho.pdf2,73 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.