Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/10979
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSeveriano, Maria de Fátima Vieira-
dc.date.accessioned2015-03-17T11:53:53Z-
dc.date.available2015-03-17T11:53:53Z-
dc.date.issued1992-
dc.identifier.citationSeveriano, M. F. V. (1992)pt_BR
dc.identifier.issn2179-1740 (online)-
dc.identifier.issn0102-1222 (impresso)-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/10979-
dc.descriptionSEVERIANO, Maria de Fátima Vieira. A sociedade unidimensional e a produção da subjetividade humana. Revista de Psicologia, Fortaleza, v.9/10, n.1/2, 1991/1992, p.103-119.pt_BR
dc.description.abstractThe author bases her study on Marcuse Theoretical framework to demonstrate the importance of human subjectivity dimension as an indispensable element to his process of liberation and emancipation. She analyses the repressive procedures developed in modem society, presenting the question of the subjetivity manipulation as the predominant means of social domination. The author describes the main characteristics of this society and the changes inflicted by those same characteristic upon the human psychic structure. Finally, she proposes an emphasis be put on the value of the subjetive aspect in History as onfe of the essential elements, inclusive to the Psychoogy, to the consciousness raising of the individual in his struggle for an emancipative "praxis'.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherwww.revistapsicologia.ufc.brpt_BR
dc.subjectSubjetividadept_BR
dc.subjectLibertaçãopt_BR
dc.subjectEmancipaçãopt_BR
dc.titleA sociedade unidimensional e a produção da subjetividade humanapt_BR
dc.typeArtigo de Periódicopt_BR
dc.description.abstract-ptbrA autora utiliza o referencial teórico de H. Marcuse para demonstrar a importância da dimensão subjetiva do ser humano como elemento indispensável ao seu processo de libertação e emancipação. Explicita o procedimento repressivo das sociedades industriais modernas, revelando a questão da manipulação da subjetividade humana como a forma predominante de dominação social. Descreve as principais características dessas sociedades e as modificações causadas por estas à estrutura psíquica do homem. Propõe, por fim,uma revalorização do fator subjetivo na História como um dos elementos imprescindíveis, inclusive para a Psicologia, à conscientização do sujeito em sua luta por uma práxis emancipatória.pt_BR
Appears in Collections:DPSI - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
1992_art_mfvseveriano.pdf9,05 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.