Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/14015
Título em portugués: Avaliação da concentração de proteínas totais na saliva humana frente a diferentes protocolos de tratamento da saliva
Título em inglés: Evaluation of the concentration of total protein in human saliva against different from the saliva treatment protocols
Autor: Fonseca, Iêda Maria Rocha Lima Vieira da
Tutor(es): Fonteles, Cristiane Sá Roriz
Palabras clave : Saliva
Proteínas
Temperatura Ambiente
Inibidores de Proteases
Fecha de publicación : 2015
Citación : FONSECA, Iêda Maria Rocha Lima Vieira da. Avaliação da concentração de proteínas totais na saliva humana frente a diferentes protocolos de tratamento da saliva. 2015. 40 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2015.
Resumen en portugués: A necessidade de preservar a estabilidade da saliva durante e/ou depois da coleta, tem sido considerado um fator que pode influenciar os resultados obtidos na análise desse fluido, comprometendo a confiabilidade e reprodutibilidade de tais métodos analíticos. Os principais desafios relacionados à preservação da saliva referem-se à complexidade da sua composição e da sua elevada atividade proteolítica inerente. Consequentemente, coleta e armazenamento da saliva exigem precauções especiais para preservação de seus componentes. O presente estudo se propôs a avaliar a concentração proteica de amostras de saliva total de dez voluntários adultos, saudáveis, com idades variando de 23 a 65 anos, com média de 31 anos submetidas a alterações metodológicas no preparo pré-analítico da amostra. Após coletadas, os fluxos salivares foram calculados e as amostras de saliva de cada indivíduo foram fracionadas e divididas em seis diferentes grupos, onde cada um desses grupos correspondeu a um tipo diferente de preparo pré-analítico da amostra. Os grupos foram conforme segue: G1- centrifugação imediata, inibidor ausente, temperatura ambiente por 24 horas; G2- centrifugação imediata, inibidor ausente, -80oC por 30 dias; G3- centrifugação imediata, inibidor no ato da coleta, -80oC por 30 dias; G4- centrifugação imediata, inibidor no ato da análise, -80oC por 30 dias; G5- centrifugação após 30 dias, inibidor ausente, -80oC por 30 dias; G6- centrifugação após 30 dias, inibidor no ato da análise, -80oC por 30 dias. As concentrações de proteínas totais foram avaliadas pelo método do ácido bicinconínico, em duplicatas. Após análise a concentração de proteínas totais em cada grupo foi estatisticamente correlacionada pelos testes de Pearson e Spearman, e comparações feitas realizadas por meio do teste ANOVA para medidas repetidas (p<0.05). As concentrações médias de proteínas totais demonstraram uma correlação negativa significativa com o fluxo salivar em G1 (P= 0,020), G4 (P= 0,027) e G5 (P= 0,05). Proteínas totais e idade só demonstraram correlação significativa em G3 (P= 0,01). As concentrações de proteínas totais médias não diferiram de forma significante entre os grupos, F(5,45)= 1,132, P= 0,358. Esses resultados foram, também, observados ao se comparar as médias de proteínas totais com base no fluxo salivar dos voluntários, F(5,45) = 2,068, P= 0,087. Em conclusão, as alterações metodológicas ora propostas no tratamento das amostras de saliva não redundaram em alterações quantitativas significantes nas concentrações de proteínas totais presentes nesse fluido.
Resumen en inglés: The need to preserve the stability of saliva samples during and/or after collection has been considered a factor that might influence its analytical results, compromising the reliability and reproducibility of these analytical methods. The main challenges related to saliva preservation include the complexity of saliva composition, and its inherent elevated proteolitic activity. Thus, collection and storage of saliva requires specific precautions to preserve its components. The present study aimed to evaluate the protein concentration of saliva samples obtained from 10 healthy adults, aged 23 – 65 years, with a mean age of 31 years, subject to different pre-analytical sample preparation. Following collection, the salivary flow rate was calculated, and saliva samples from each volunteer were fractioned and divided in six different groups, in which each of these groups corresponded to a different type of pre-analytical sample preparation. The groups were as follows: G1- immediate centrifugation, no addition of protease inhibitor, room temperature during 24 hours; G2- immediate centrifugation, no addition of protease inhibitor, -80oC during 30 days; G3- immediate centrifugation, protease inhibitor added during collection, -80oC during 30 days; G4- immediate centrifugation, protease inhibitor added during analysis, -80oC during 30 days; G5- centrifugation 30 days after collection, no addition of protease inhibitor, -80oC during 30 days; G6- centrifugation 30 days after collection, protease inhibitor added during analysis, -80oC during 30 days. Total protein concentration was analyzed in duplicates, through the bicinchoninic acid assay. After analysis, the total protein concentration in each group was statistically correlated through Pearson and Spearman correlation tests and compared using repeated measure ANOVA (p<0.05). The mean total protein concentrations showed a negative correlation with salivary flow rate in G1 (P= 0,020), G4 (P= 0,027) and G5 (P= 0,05). Total protein concentration and age were only statistically correlated in G3 (P= 0,01). The mean total protein concentrations did not significantly differ between groups, F(5,45)= 1,132, P= 0,358. These results were also observed when comparing the mean total protein concentrations normalized by each individual’s salivary flow rate, F(5,45) = 2,068, P= 0,087. In conclusion, the methodological alterations proposed for the preparation of saliva samples before analysis did not generate significant quantitative alterations in total protein concentration within these samples.
URI : http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/14015
metadata.dc.type: Dissertação
Aparece en las colecciones: DCOD - Dissertações defendidas na UFC

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
2015_dis_imrlvfonseca.pdf745,97 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Los ítems de DSpace están protegidos por copyright, con todos los derechos reservados, a menos que se indique lo contrario.