Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1653
Título: Sobre os anexos digestivos de alguns representantes do gênero Lutjanus Bloch (Pisces, Lutjanidae)
Autor(es): Alves, Maria Ivone Mota
Rodrigues, Maria Margarida
Palavras-chave: Peixe - Morfologia
Data do documento: 1976
Editor: Arquivos de Ciências do Mar
Citação: ALVES, M. I. M.; RODRIGUES, M. M. (1976)
Resumo: Dos numerosos trabalhos científicos que tratam da morfologia do aparelho digestivo dos peixes, depreende-se que, de uma maneira geral, as diferenças observadas nas diversas estruturas referem-se, comumente, àquelas de ordem morfológica geral. Assim, o tipo de boca, número de dentes, qualidade do filtro branquial, presença ou ausência de estômago, número e forma dos cecos pilóricos e comprimento do intestino, constituem os aspectos diferenciais mais significativos. As diferenças de ordem histológica são de menor importância, não chegando a constituir caráter diferencial quanto ao tipo de alimento utilizado. Todavia, no que se refere aos anexos digestivos (fígado e pâncreas), essas modificações se revestem de importância, diferindo bastante entre as espécies. No presente trabalho se estuda a morfologia macro e microscópica dos anexos digestivos de alguns representantes do género Lutjanus Bloch, da costa nordeste do Brasil. Os Lutjanidae representam uma das mais importantes famílias de peixes de águas tropicais (Randall, 1968), sendo que os constituintes do gênero Lutjanus apresentam, na sua maioria, importância econômica nas suas respectivas áreas de ocorrência (Cervigón, 1966). No nordeste brasileiro, figuram entre as espécies de grande valor comercial. Dos numerosos trabalhos científicos que tratam da morfologia do aparelho digestivo dos peixes, depreende-se que, de uma maneira geral, as diferenças observadas nas diversas estruturas referem-se, comumente, àquelas de ordem morfológica geral. Assim, o tipo de boca, número de dentes, qualidade do filtro branquial, presença ou ausência de estômago, número e forma dos cecos pilóricos e comprimento do intestino, constituem os aspectos diferenciais mais significativos. As diferenças de ordem histológica são de menor importância, não chegando a constituir caráter diferencial quanto ao tipo de alimento utilizado. Todavia, no que se refere aos anexos digestivos (fígado e pâncreas), essas modificações se revestem de importância, diferindo bastante entre as espécies. No presente trabalho se estuda a morfologia macro e microscópica dos anexos digestivos de alguns representantes do género Lutjanus Bloch, da costa nordeste do Brasil. Os Lutjanidae representam uma das mais importantes famílias de peixes de águas tropicais (Randall, 1968), sendo que os constituintes do gênero Lutjanus apresentam, na sua maioria, importância econômica nas suas respectivas áreas de ocorrência (Cervigón, 1966). No nordeste brasileiro, figuram entre as espécies de grande valor comercial.
Descrição: ALVES, Maria Ivone Mota; RODRIGUES, Maria Margarida. Sobre os anexos digestivos de alguns representantes do gênero Lutjanus Bloch (Pisces, Lutjanidae). Arquivos de Ciências do Mar. Fortaleza, v.16, n.2, p.79-82, dez. 1976.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1653
Aparece nas coleções:LABOMAR - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
1976_art_mimalvessobre.pdf258,06 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.