Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17072
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCampos, José Nilson Bezerra-
dc.contributor.authorLuna, Renata Mendes-
dc.date.accessioned2016-05-27T17:50:58Z-
dc.date.available2016-05-27T17:50:58Z-
dc.date.issued2007-
dc.identifier.citationLUNA, R. M. Desenvolvimento do índice de pobreza hídrica (IPH) para o semi-árido brasileiro. 2007. 138 f. Tese (Doutorado em Engenharia Civil: Recursos Hídricos)-Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2007.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17072-
dc.description.abstractThis dissertation addresses the development and preparation of a Water Poverty Index (WPI) for the northeastern semiarid region, based on index adopted by UK Department for International Development - DFID. It is proposed to consider the use of WPI as a diagnostic tool in most critical areas in the region, to enable actions focused on the improvement of their populations’ life quality and welfare. For that, a pilot area (Salgado basin) was selected together with the variables to be considered. Based on the selection and analysis of such variables, four indicators were evaluated: availability, access, capacity and environment, for each of which absolute and relative indicators were generated. To calculate absolute indicators, reference values for semiarid regions were adopted, while values obtained for each municipality in the Basin were adopted. Such indicators have rise to absolute and relative indexes. Applying WPI to that Basin suggested that the most problematic municipalities in terms of waterrelated poverty are Umari, Caririaçu, Abaiara and Jardim, and the best results were obtained for the municipalities of Juazeiro do Norte, Crato and Barbalha.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectRecursos hídricospt_BR
dc.subjectÁguapt_BR
dc.subjectRegiões áridaspt_BR
dc.titleDesenvolvimento do índice de pobreza hídrica (IPH) para o semi-árido brasileiro.pt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.description.abstract-ptbrEsta tese tem como objetivo o desenvolvimento e elaboração de um Índice de Pobreza Hídrica (IPH) para o semi-árido nordestino, baseado no índice trabalhado pelo UK Department for International Development - DFID. A proposta é verificar a utilização do IPH como ferramenta de diagnóstico das áreas mais críticas da região, possibilitando direcionar ações que permitam a melhoria na qualidade de vida e bem-estar de suas populações. Para tanto, foi escolhida uma área-piloto, a bacia do Salgado, e selecionadas as variáveis a se trabalhar. Com base na escolha e análise dessas variáveis foram trabalhados quatro indicadores: disponibilidade, acesso, capacidade e meio ambiente, sendo gerado indicadores absolutos e relativos. Para o cálculo dos absolutos foram utilizados valores de referência para regiões semi-áridas, e para os relativos, os valores obtidos para cada um dos municípios da Bacia. Com base nesses indicadores, foram gerados índices absolutos e relativos. A aplicação do IPH na referida Bacia revelou que os municípios mais problemáticos em termos de pobreza relacionada às questões hídricas são Umari, Caririaçu, Abaiara e Jardim e os melhores resultados foram obtidos para os Municípios de Juazeiro do Norte, Crato e Barbalha.pt_BR
dc.title.enDevelopment water poverty index(WPI) for the brazilian semiarid regionpt_BR
Appears in Collections:DEHA - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2007_tese_rmluna.pdf6,52 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.