Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17112
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorAraújo, Airton Alencar de-
dc.contributor.authorSousa, Higo Leonardo Lacerda de-
dc.date.accessioned2016-05-27T19:58:37Z-
dc.date.available2016-05-27T19:58:37Z-
dc.date.issued2009-
dc.identifier.citationSOUSA, Higo Leonardo Lacerda de. Comparação dos efeitos das estações do ano e sistema de amamentação sobre o período de puerpério de ovelhas Santa Inês no nordeste do Pará. 2009. 62 f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2009.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17112-
dc.description.abstractThe objective of this work was to estimate the effect of the seasons of the year and the breastfeeding system on postpartum period (interval between the birth and fertile postpartum estrus) of Santa Inês ewes on a farm in State of Pará, Brasil. Were quantified the climatic factors as temperature, rainfall, relative humidity and calculated the index of temperature and humidity (ITU). During the rainy season were used 27 females separated in two groups, to continue breastfeeding (n = 14) and of controlled breastfeeding (n = 13), in the dry period were used 50 females divided in continue breastfeeding with 25 females and controlled breastfeeding with 25 females. Was examined the lambing interval the first estrus (LIFE), the lambing interval and first fertility estrus (LIFFE), weight of ewes on the breeding season (WBS), weight of ewes post-partum (WPP), the birth weight of lambs (BW),, weight of lambs at 15, 30, 60 and 90 days (P15, P30, P60, P90, respectively). Data were expressed as mean standard deviation and analyzed by ANOVA at 5% probability to the test “F”. In both seasons of the year, the system of controlled breastfeeding showed less time of postpartum period when compared with the continue breastfeeding, 51.78 and 65.10 days, on average, respectively. The weight gain of lambs showed difference (P <0.05) between the breastfeeding systems only in the rainy season with the controlled breastfeeding showing a better performance (continue breastfeeding: gain of 113g/day and controlled breastfeeding: gain of 156g/day). The effects of breastfeeding systems and season of the year showed significant influences on the time of postpartum period. Based on the results were concluded that the best time of year to plan the birth is the end of the rainy season and beginning of the dry period. Whatever time of year, the controlled breastfeeding system is most indicated for the north region, when it provides better ponderal development of lambs.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectZootecniapt_BR
dc.subjectSanta Inêspt_BR
dc.subjectPuerpériopt_BR
dc.subjectAmamentaçãopt_BR
dc.subjectClimapt_BR
dc.subjectSanta Inespt_BR
dc.titleComparação dos efeitos das estações do ano e sistema de amamentação sobre o período de puerpério de ovelhas Santa Inês no nordeste do Parápt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.description.abstract-ptbrO objetivo deste trabalho foi estimar o efeito das estações do ano e sistema de amamentação sobre o puerpério (intervalo entre o parto e cio fértil pós-parto) de ovelhas Santa Inês em um criatório no Estado do Pará. Foram quantificados os fatores climáticos como, temperatura, pluviosidade, umidade relativa e calculado o índice de temperatura e umidade (ITU). No período chuvoso foram utilizadas 27 matrizes separadas em dois grupos: amamentação contínua (n=14) e amamentação controlada (n=13). No período seco o numero de reprodutoras utilizado foi de 50 animais divididos em 25 fêmeas para cada tratamento. Foi analisado intervalo entre parto e o primeiro cio (IPPC), Intervalo entre o parto e o primeiro cio fértil (IPPCF), peso das reprodutoras na estação de monta (PEM), peso das reprodutoras no pós-parto (PPP), peso das crias ao nascer (PN), peso das crias aos 15, 30, 60 e 90 dias (P15, P30, P60, P90, respectivamente). Os dados foram expressos em média e desvio padrão analisados por ANOVA a 5% de probabilidade para o teste “F”. Em ambos os períodos o sistema de amamentação controlada apresentou menor tempo de puerpério comparado com o de amamentação contínua, 51,78 e 65,10 dias, em média, respectivamente. O ganho de peso das crias apresentou diferença (P<0,05) entre os sistemas de amamentação apenas no período chuvoso, com a amamentação controlada apresentando um melhor desempenho (amamentação contínua: ganho de 113g/dia e amamentação controlada: ganho de 156g/dia). O sistema de amamentação e épocas do ano mostraram influências significativas sobre o tempo de puerpério. Com base nos resultados obtidos concluí-se que o melhor período do ano para programar os nascimentos é no final do período chuvoso e início do período seco. Independente do período do ano, o sistema de amamentação controlado é mais indicado para a região Norte, uma vez que propicia melhor desenvolvimento ponderal das crias.pt_BR
dc.title.enComparison of the effects of the seasons and system over the period of breastfeeding puerperium of ewes in the northeast of Santa Ines Parapt_BR
Appears in Collections:PPGZO - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2009_dis_hllsousa.pdf424,18 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.