Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17203
Título: Memórias de infância de mulheres e homens camponeses
Autor(es): MENEZES, Marilda Aparecida de
Palavras-chave: Memórias de infância
Famílias camponesas
Trabalho infantil
Data do documento: 2002
Editor: Trajetos Revista de História UFC
Citação: MENEZES, M. A. (2002)
Resumo: Este artigo pretende abordar a memória de infância de mulheres e homens camponeses. Utilizamos a metodologia da história oral- histórias de vida e entrevistas semi-estrururadas. Entrevistamos 34 pessoas, sendo 25 mulheres e 9 homens, com idade variando entre 40 e 80 anos. Eles são pequenos proprietários e rendeiros do município de Fagundes, localizado na mesorregião do Agreste Paraibano, Nordeste do Brasil. Nas narrativas de homens e mulheres, o trabalho emerge como uma experiência central na infância, as brincadeiras são relatadas como um intervalo do dia e não como uma fase peculiar da vida. O trabalho desde tenra idade indica que não há uma ruptura entre a fase de criança e da vida adulta e sim um imbricamento desses dois universos intermediado pelo trabalho. O trabalho de crianças é parte da divisão social do trabalho na família camponesa, mas também constituinte da socialização de crianças, substituindo, muitas vezes, a escola e o espaço da sociabilidade lúdica.
Abstract: This article intends to analyse the childhood ' s memories of peasants (women and men). We draw on oral history methodology - life histories and semi-structured interviews. We interviewed 34 people, 25 are women and 9 are men, thar covers ages from 30 to 80 years old. They are small-holders and "rendeiros" (landless who work on others ' properties) in rhe municipality of Fagundes, which is placed in the Agreste Region, in the State of Paraiba, In the men and wornen's narratives, work emerges as a central experience in the childhood, children's plays are interpreted as an interval in the day and not relataed to a life specific phase. Working since the earlier ages mean that there is not a rupture between the childhood and adulthood, bur a junction of these two life periods intermediared by work. Child labour is part of work social division in rhe peasant family, but ir is also parr of children socialization, taking the place, many times, of school and the playing space.
Descrição: MENEZES, Marilda Aparecida de. Memórias de infância de mulheres e homens camponeses. Trajetos Revista de História UFC, Fortaleza, v. 2, n. 3, p. 185-207, 2002.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17203
ISSN: 1676 - 3033
Aparece nas coleções:DHIS - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2002_art_mamenezes.pdf10,08 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.