Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17489
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorDuarte, Lelia Maria Parreira-
dc.date.accessioned2016-06-08T11:03:39Z-
dc.date.available2016-06-08T11:03:39Z-
dc.date.issued1994-
dc.identifier.citationDUARTE, Lelia Maria Parreira. A ilustre casa de Ramires e a refinada ironia de Eça de Queirós. Revista de Letras, Fortaleza, v. 16, n. 1/2, p. 65-69, jan./dez. 1994.pt_BR
dc.identifier.issn0101-8051-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17489-
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherRevista de Letraspt_BR
dc.subjectLiteratura brasileirapt_BR
dc.subjectEça de Queiróspt_BR
dc.subjectCasa de Ramirespt_BR
dc.titleA ilustre casa de Ramires e a refinada ironia de Eça de Queiróspt_BR
dc.typeArticlept_BR
dc.description.abstract-ptbrTradicionalmente, Eça de Queirós é reconhecido por sua ironia. Ironia que se constrói nos devidos moldes comunicacionais da sátira, isto é, através de mensagens duplas que permitem distintas interpretações. É por isso que tantas vezes encontramos nos textos do criador do Conselheiro Acácio a figura do receptor ingênuo, do leitor inábil ou do enamorado romântico e desatento: presas em algum tipo de envolvimento ou sedução, essas vitimas de enganos não percebem as ciladas que lhes são preparadas por personagens que pretendem dominá-las e tirar proveito do relacionamento que se estabelece, e caem em suas armadilhas irônicas, por não perceber o "outro" sentido de suas falas ou propostas...pt_BR
Aparece nas coleções:DLV - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
1994_art_lpduarte.pdf685,29 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.