Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17686
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSilva, Edson Vicente da-
dc.contributor.authorMaia, Judária Augusta-
dc.date.accessioned2016-06-14T23:20:05Z-
dc.date.available2016-06-14T23:20:05Z-
dc.date.issued2015-
dc.identifier.citationMAIA, Judária Augusta. Análise geoecológica das paisagens e planejamento ambiental da Bacia do Rio Maranguapinho, Ceará, Brasil. 2015. 192 f. Tese (Doutorado em geografia) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2015.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17686-
dc.description.abstractUrban planning is presented as a management tool, designed primarily for the control and use of natural resources. The implementation of interventions in urban rivers for environmental rehabilitation purposes is increasingly common. Modifications of natural spaces give way to urban structures and the occurrence of positive and negative effects in the short term is notorious. Thus, this thesis proposes to examine whether urban interventions serve the purpose of recovering the environmental quality of urban watersheds through an integrated analysis of geoecology landscapes, where the Maranguapinho River basin. Located in the metropolitan area of Fortaleza - RMF, Ceará, the basin has many environmental problems, and the disorderly occupation on the banks of the main channel. The river Maranguapinho is marked by a variety of uses, such as: human consumption, irrigation and agriculture, industry, recreation, mineral extraction, livestock and animal consumption, solid waste disposal, domestic sewage discharge and dilution and removal of dumps. These problems are a direct result of the illegal occupation, the lack of urban planning and environmental management actions and land use. The methodology of Geoecology of Landscapes was adopted as a method to support the analysis of environmental and evolutionary context of the Maranguapinho river landscapes. The methodology used in its integrated analysis showed that the implementation of an urbanization project in the river can contribute to recovery of environmental quality. However, the implementation of the works without actions that include participative management, ultimately makes the redevelopment project in a mere urban intervention. it is clear that the actions of environmental restoration and land use planning to be effective, they must be associated with the implementation of strategies of environmental education policies and actions.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectGeologiapt_BR
dc.subjectEnvironmental planningpt_BR
dc.subjectEnvironmental rehabilitationpt_BR
dc.subjectUrban interventionspt_BR
dc.subjectGeoecological analysispt_BR
dc.subjectMeio ambientept_BR
dc.subjectRecursos naturaispt_BR
dc.subjectMaranguapinho, Rio, Bacia (CE)pt_BR
dc.titleAnálise geoecológica das paisagens e planejamento ambiental da Bacia do Rio Maranguapinho, Ceará, Brasilpt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.description.abstract-ptbrO planejamento urbano se apresenta como instrumento de gestão, projetado principalmente para o controle e uso dos recursos naturais. A implantação de intervenções em rios urbanos para fins de requalificação ambiental é cada vez mais frequente. As modificações dos espaços naturais vão dando lugar às estruturas urbanas e a ocorrência de efeitos negativos e positivos em curto prazo é notória. Assim, a presente tese propõe analisar se as intervenções urbanas atendem a finalidade de recuperar a qualidade ambiental de bacias hidrográficas urbanas através de uma análise integrada da geoecologia das paisagens, no caso a bacia do rio Maranguapinho. Localizada na Região Metropolitana de Fortaleza – RMF, Ceará, a bacia apresenta diversos problemas socioambientais, além da ocupação desordenada às margens do canal principal. O rio Maranguapinho é marcado por diversos tipos de usos, tais como: abastecimento humano, irrigação e agricultura, indústria, lazer, extrativismo mineral, pecuária e dessedentação animal, disposição de resíduos sólidos, lançamento de efluentes domésticos e diluição e afastamento de despejos. Esses problemas são resultados diretos da ocupação irregular, da ausência de um planejamento urbano e de ações de gestão ambiental e ordenamento territorial. A metodologia da Geoecologia das Paisagens foi adotada como um método para subsidiar a análise do contexto ambiental e evolutivo das paisagens do rio Maranguapinho. A metodologia utilizada mostrou em sua análise integrada que a implantação de um projeto de urbanização nas margens do rio pode contribuir para recuperação da qualidade ambiental do mesmo. Contudo, a implantação das obras, sem ações que contemplam uma gestão participativa, acaba por tornar o projeto de requalificação em uma mera intervenção urbanística. Evidencia-se que as ações de recuperação ambiental e ordenamento territorial para serem efetivas, devem ser associadas a estratégias de implantação de políticas e ações de educação ambiental.pt_BR
dc.title.enGeoecological analysis of landscape and environmental planning of Maranguapinho River, Ceará, Brazilpt_BR
Appears in Collections:DGR - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_tese_jamaia.pdf12,59 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.