Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17923
Título: Streptococcus e Enterococcus isolados de águas marinhas e de galerias pluviais na costa de Fortaleza: perfil de resistência a antibióticos
Autor(es): Rodriguez, Marina Teresa Torres
Orientador(es): Vieira, Regine Helena Silva dos Fernandes
Coorientador(es): Sousa, Oscarina Viana de
Palavras-chave: Streptococcus
Esgotos
Data do documento: 2015
Citação: RODRIGUES, M. T. T. (2015)
Resumo: O termo estreptococos fecais abrange bactérias dos gêneros Streptococcus e Enterococcus com diferentes significado sanitário e características de sobrevivência. Enterococcus tem sido sugerido como indicador de contaminação fecal em águas marinhas já que numerosos estudos relacionam a exposição a águas com a presença dessas bactérias, a ocorrência de doenças e a infecções em humanos. O aumento dessas bactérias em ambientes aquáticos resistentes a antimicrobianos, resultado do amplo emprego dessas substâncias na terapêutica humana e veterinária, é motivo de preocupação. O objetivo desta pesquisa foi quantificar e identificar bactérias contaminantes dos gêneros Streptococcus e Enterococcus em duas galerias pluviais (Galeria Riacho Maceió-G1 e Galeria frente à praia do Meireles-G2) e pontos de mar adjacentes a cada galeria (P1 e P2) na orla da cidade de Fortaleza estabelecendo padrões de resistência a antimicrobianos. Foram realizadas cinco coletas contínuas com periodicidade semanal nos quatro pontos selecionados. Os valores das Contagens Padrão em Placas variaram de ≤10 na galeria G2 a 192 x 102 UFC /100 mL na galeria G1 e para os pontos de água de mar de 1x 102 em P2 a 94 x 102 UFC/ 100 mL em P1. Uma vez realizadas as provas bioquímicas, 192 estirpes (86,45%) foram identificadas como pertencentes ao gênero Enterococcus e 26 (13,54%) ao gênero Streptococcus. Seis espécies de Enterococcus foram identificadas, sendo E. faecium a espécie de maior frequência. Foi observada alta resistência (˃ 50%) a ceftriaxone, clindamicina, cefotaxime e estreptomicina. A resistência antimicrobiana (36 perfis) foi observada em 96,15% das cepas testadas. De 156 cepas testadas no antibiograma, 137 (87,88%) apresentaram multirresistência (29 perfis). O maior valor de IRA (0,05) foi apresentado pelos isolados de galeria. O índice MRA ≥ 0,2 foi encontrado em 131/150 cepas resistentes (87,33%). Resistência associada a genes cromossômicos ou indicativa de possível transferência plasmidial foi verificada nos isolados após cura plasmidial. Alta diversidade genética dos isolados multirresistentes analisados confirmou a necessidade da abordagem polifásica na identificação de espécies ambientais.
Abstract: The term of faecal streptococci are represented by bacteria from Streptococcus and Enterococcus genera with different sanitary significance and survival characteristics. Enterococcus genera have been suggested as indicators of fecal contamination in marine waters since numerous studies related to water exposure with the presence of these bacteria and the occurrence of gastrointestinal diseases and acute febrile respiratory illness. A motive to concern in relation to the increase of the population of these bacteria in aquatic environments resistant to antimicrobials resulting mainly from the widespread use of these substances in human and veterinary therapy. The aim of this research was to quantify and identify contaminating bacteria of the genera Streptococcus e Enterococcus in water of two storm sewers (Riacho Maceió gallery-G1 and the Gallery in front to Meireles beach-G2) and points of adjacent sea to every gallery (P1 and P2) on the edge of the Fortaleza city, establishing antimicrobial resistance patterns. There were 5 continuous collections with a weekly periodicity in the four selected points. The values of the standard plate counts ranged from ≤10 in G2 gallery to 192 x 102 UFC /100 mL in G1 gallery and the sea water points from ≤10 in P2 to 94 x 102 UFC/ 100 mL in P1. Once carried out the biochemical tests, 192 strains (86.45%) were identified as belonging to the genus Enterococcus and 26 strains (13.54%) to the genus Streptococcus. Six Enterococcus species were identified and E. faecium was the higher frequency. It showed high resistance (˃ 50%) to ceftriaxone, clindamycin, cefotaxime and streptomycin. Antimicrobial resistance (36 profiles) was observed in 96.15% of the strains. Of the 156 strains tested in antibiotic susceptibility test, 137 (87.88%) showed multidrug resistance (29 multidrug resistance profiles). The highest IRA value (0.05) was presented by the gallery isolates. The MRA index ≥ 0.2 was found in 131/150 resistant strains (87.33%). Resistance associated with chromosomal genes or indicative of possible plasmid transfer was verified in isolated after plasmid cure. High genetic diversity from multidrug resistant analyzed isolates confirmed the necessity to polyphasic approach in order to identify environmental strains.
Descrição: RODRIGUEZ, M. T. T. Streptococcus e Enterococcus isolados de águas marinhas e de galerias pluviais na costa de Fortaleza: perfil de resistência a antibióticos. 2015. 143 f. Tese (Doutorado em Ciências Marinhas Tropicais) - Instituto de Ciências do Mar, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17923
Aparece nas coleções:LABOMAR - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_tese_mttrodriguez.pdf1,83 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.