Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18301
Título: Arte e saúde comunitária: contribuições para a compreensão do processo de desinstitucionalização.
Título(s) alternativo(s): Arte y salud comunitaria: contribuciones para la comprensión del proceso de desinstitucionalización.
Título em inglês: Art and healthy community: contributions to understand the process of deinstitionalization.
Autor(es): ARAÚJO, Sicília Maria Moreira de
CÂMARA, Cândida Maria Farias
XIMENES, Verônica Morais
Palavras-chave: Arte
Saúde
Desinstitucionalização
Art
Health
Deinstitutionalization
Arte
Salud
Desinstitucionalización
Data do documento: 2012
Editor: Revista Psicologia e Saúde
Citação: ARAÚJO, S. M. M.; CÂMARA, C. M. F.; XIMENES, V. M. (2012)
Resumo: No processo de desinstitucionalização, que garante o direito humano de sua permanência no ambiente de convívio comunitário, ressalta-se o conceito de Saúde Comunitária, esta enfatiza a potência da comunidade e dos indivíduos que nela convivem, e em sua sabedoria construída e acumulada com o tempo. O objetivo desse artigo é trazer reflexões sobre a relação entre arte e saúde comunitária no processo de desinstitucionalização estabelecido com a Reforma Psiquiátrica Brasileira. Para este fim, as autoras realizam uma contextualização do processo da Reforma Psiquiátrica Brasileira e da utilização da arte no campo da saúde mental a partir de algumas publicações de referência no campo da saúde mental, saúde comunitária e arte, Neste sentido, os resultados e discussões referem-se ao direcionamento da arte para a comunidade como agente e instrumento promotor de saúde. Por fim, deste trabalho conclui-se que o processo de desinstitucionalização enfatiza a atuação na atenção primária em saúde e avança nessa concepção com o entendimento da saúde comunitária, privilegiando a expansão do potencial humano e comunitário através das expressões da arte e da criatividade.
Abstract: In the process of deinstitutionalization, which ensures the human right of permanence in the environment of community contact, the concept of a healthy community emphasizes the potential of community and its subjects who live in it. The point of this article is to reflect the relationship between art and community health in the process of deinstitutionalization established with Brazilian Psychiatric Reforms. Finally, the authors make a contextualization about the process in Brazilian Psychiatric Reforms and also about the art used in the mental health field from published references , healthy community and art. In this sense, the discussions and results refer to the destination from art to community as an agent and promoter of health instruments. Finally, this paper concludes that the process of deinstitutionalization emphasizes an action in primary healthcare and advances the conception of healthy community, believing the expansion of human and community potential trough expressions of art and creativity.
Resumo em espanhol: En el proceso de desinstitucionalización, que garantiza el derecho humano de permanecer en un ambiente de convivencia comunitaria, resaltase el concepto de Salud Comunitaria, que da énfasis a la potencia de la comunidad y de los individuos que en ella viven y en su sabiduría construida y acumulada a lo largo del tiempo. El objetivo del presente escrito es reflexionar sobre la relación entre el arte y salud comunitaria en el proceso de desinstitucionalización establecido con la Reforma Psiquiátrica Brasileña. Para ello, las autoras han realizado una contextualización del proceso de la Reforma Psiquiátrica Brasileña e del uso del arte en el campo de la salud mental a partir de algunas publicaciones de referencia en el campo de la salud mental, salud comunitaria e arte. En este sentido, los resultados y las discusiones están referidos al direccionamiento del arte hacia la comunidad como agente e instrumento promotor de salud. Por ende, se ha concluido que el proceso de desinstitucionalización enfatiza la actuación en la atención primaria en salud y avanza con esa concepción hacia la comprensión de la salud comunitaria, de este modo, privilegia la expansión del potencial humano y comunitario através de las expresiones del arte y de la creatividad.
Descrição: ARAÚJO, Sicília Maria Moreira de; CÂMARA, Cândida Maria Farias; XIMENES, Verônica Morais. Arte e saúde comunitária: contribuições para a compreensão do processo de desinstitucionalização. Revista Psicologia e Saúde, Campo Grande, v. 4, n. 2, p.106-115, jul./dez. 2012.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18301
ISSN: 2177-093X
Aparece nas coleções:DPSI - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012_art_vmximenes.pdf324,63 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.