Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18478
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorFreitas, Jéssica de Andrade-
dc.contributor.authorOliveira, Beth Gleyber Pessoa de-
dc.contributor.authorFerreira, Heleson Herly-
dc.contributor.authorSanto, Sarah Rodrigues do Espírito-
dc.contributor.authorSantos, Rafael Henrique dos-
dc.date.accessioned2016-07-19T13:35:09Z-
dc.date.available2016-07-19T13:35:09Z-
dc.date.issued2016-01-
dc.identifier.citationFREITAS, J. A. ; OLIVEIRA, B. G. P. ; FERREIRA, H. H. ; SANTO, S. R. E. ; SANTOS, R. H. (2016)pt_BR
dc.identifier.issn2447-6595 On line-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18478-
dc.descriptionFREITAS, Jéssica de Andrade et al. Análise do índice de cobertura da mamografia em mulheres entre 50 e 69 anos, por nível de ensino, segundo unidade de federação. Rev Med UFC, Fortaleza, v. 56, n. 1, p. 14-17, jan./jun. 2016.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherRevista de Medicina da UFCpt_BR
dc.subjectMamografiapt_BR
dc.subjectNeoplasias da Mamapt_BR
dc.subjectCobertura de Serviços de Saúdept_BR
dc.titleAnálise do índice de cobertura da mamografia em mulheres entre 50 e 69 anos, por nível de ensino, segundo unidade de federaçãopt_BR
dc.typeArticlept_BR
dc.description.abstract-ptbrIntrodução: O câncer de mama é o mais incidente na população feminina brasileira e mundial, excetuando-se o câncer de pele não melanoma, sendo também, o que apresenta a maior mortalidade feminina. Objetivo: analisar a cobertura da mamografia segundo Unidade de Federação, em mulheres entre 50 e 69 anos, por nível de ensino. Metodologia: Esse estudo transversal analisou dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS), sobre a Pesquisa Nacional em Saúde realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no ano de 2013. Foram agrupadas as mulheres de 50 a 69 anos que realizaram o exame de mamografia a menos de dois anos, e subdivididas em quatro graus de escolaridade. Resultados: Verificou-se que os índices de cobertura do exame no Brasil (60,00%) e em cada Estado da Federação, tais como, Maranhão (31,90%), Pará (34,80%), Ceará (41,10%) e Distrito Federal (68,70%), encontram-se abaixo das recomendações da Organização Mundial de Saúde. Além disso, a cobertura aumenta à medida que cresce o grau de instrução dessas mulheres. Conclusão: Há uma distribuição heterogênea da cobertura de mamografia no Brasil e no Ceará, que se relaciona a diversos aspectos sociais, notadamente ao nível de escolaridade das mulheres.pt_BR
Aparece nas coleções:DMC - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_art_jafreitas.pdf692,71 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.