Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1978
Título: Nutrição desequilibrada : ingestão maior que as necessidades corporais em gestantes do município de Itaitinga-CE
Título em inglês: Imbalanced nutrition : more ingestion than body requirements in pregnant women in the municipal district of Itaitinga-CE
Autor(es): Valente, Mayenne Myrcea Quintino Pereira
Orientador(es): Moura , Escolástica Rejane Ferreira
Palavras-chave: Avaliação Nutricional
Cuidado Pré-Natal
Diagnóstico de Enfermagem
Data do documento: 2010
Citação: VALENTE, M. M. Q. P. (2010)
Resumo: Estudo transversal, descritivo-exploratório, realizado em Itaitinga-CE, cujos objetivos foram identificar o perfil socioeconômico e obstétrico de gestantes; verificar a prevalência do Diagnóstico de Enfermagem: “Nutrição desequilibrada - ingestão maior que as necessidades corporais” em gestantes; verificar as características definidoras e o fator relacionado ao referido diagnóstico; e descrever o poder preditivo e a acurácia das características definidoras e do fator relacionado ao diagnóstico. A amostra de 146 gestantes foi estabelecida por coeficiente de confiança de 95%, erro amostral de 5% e P de 50,0%. Os dados foram coletados de abril a setembro 2009. Foram organizados no Excel, versão 2003, analisados nos softwares Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) versão 16.0, Predictive Analysis SoftWare (PASW) versão 18.0 e R versão 2.8.1. Foram calculadas frequências absolutas e percentuais das variáveis nominais. Para as variáveis quantitativas, foram apresentadas a média e o desvio padrão. Para verificação de independência entre variáveis nominais, foi aplicado o teste do Qui-quadrado de Pearson. Foram aplicados o teste da probabilidade exata de Fisher ou o teste de Fisher-Freeman-Halton quando pelo menos 25% das frequências esperadas foram inferiores a cinco. Para a magnitude de associação entre as variáveis nominais, foi calculada a Odds Ratio (OR). Para análise de diferença de mediana, foi aplicado o teste de Kruskal-Wallis. Para verificação da acurácia das características definidoras, foram calculadas a sensibilidade, a especificidade e os valores preditivos. O projeto seguiu as recomendações da Resolução no. 196/96, sendo submetido e aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Ceará, conforme parecer nº 18/09. A idade média das gestantes foi de 24,34 anos, renda per capita média de R$ 168,30, média de pessoas na família 3,99, 126 (86,3%) declararam união consensual/casada, 96 (65,8%) eram do lar, 77 (53,4%) tinham ensino fundamental. A paridade média foi 1,24, 60 (41,1%) eram nulíparas e 87 (57%) estavam no segundo trimestre da gestação. Vinte (13,0%) gestantes apresentavam baixo peso, 89 (61,0%) peso adequado, 23 (16,0%) sobrepeso e 14 (10,0%) obesidade. Na gestação, o baixo peso reduziu em 50,0%, o eutrofismo em 51,7% e aumentaram os casos de sobrepeso em 160,8% e de obesidade em 135,7%. Sete (4,8%) gestantes apresentaram dobra da pele do tríceps maior que 25 mm. Predominou o consumo de alimentos do grupo A, 141 (96,6%) gestantes eram sedentárias, 55 (32,3%) se alimentavam por sugestão interna além da fome, 80 (42,5%) pelo cumprimento do horário da refeição, 73 (42,0%) se alimentavam vendo televisão e 38 (26,0%) se alimentavam além das necessidades metabólicas. Houve associação estatisticamente significante entre estado nutricional pré-gestacional e gestacional (p=0,03463); estado nutricional gestacional e idade (p=0,001), paridade (p=0,026) e idade gestacional (p=0,002). As características definidoras mais sensíveis foram sedentarismo (97,10%), alimentar-se em resposta a estímulos internos (86,98%), obesidade/sobrepeso e dobra da pele do tríceps (> 25 mm) (100%). Houve baixa especificidade, tendo alimentar-se em resposta a sugestões externas como a mais específica (70,13%). Houve associação estatisticamente significante em: alimentar-se em resposta a sugestões internas além da fome (p= 0,022), sobrepeso/obesidade (p= 0,000) e dobra da pele do tríceps (> 25mm) (p= 0,014).
Descrição: VALENTE, Mayenne Myrcea Quintino Pereira. Nutrição desequilibrada : ingestão maior que as necessidades corporais em gestantes do município de Itaitinga-Ce. 2010. 80 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1978
Aparece nas coleções:DENF - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_dis_mmqpvalente.pdf845,07 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.