Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/20238
Título: Produção do espaço, habitação e circuito imobiliário em Fortaleza-CE: temporalidades e espacialidades no eixo sudeste de valorização da metrópole
Título em inglês: Space production, housing and real estate circuit in Fortaleza-CE: temporality and spatiality in the valuing southeast axis of the metropolis
Autor(es): Santos, Elizete de Oliveira
Orientador(es): Pequeno, Luis Renato Bezerra
Palavras-chave: Geografia urbana
Produção do espaço
Circuito imobiliário formal
Habitação
Metrópole
Space Production
Data do documento: 2015
Citação: SANTOS, E. O. (2015)
Resumo: A pesquisa discute as diferentes formas de produção da habitação enquanto mediação necessária entre as dinâmicas de produção do espaço e as especificidades do circuito imobiliário formal no eixo sudeste de valorização da metrópole Fortaleza, tomando como estudo de caso o bairro Sapiranga/Coité enquanto setor de conflitos na metrópole. O objeto de análise foi estudado com base nos fundamentos teórico-metodológicos da teoria da produção social do espaço. A metodologia abrangeu pesquisas documental (plantas de loteamentos e de conjuntos habitacionais, mapeamentos de favelas, legislação urbanística e ambiental), estatística (dados de IVV, ITBI, alvarás de construção, habite-se e ARTs referentes a empreendimentos residenciais), trabalho de campo e realização de entrevistas, reunindo um banco de dados com indicadores qualitativos e quantitativos, em diferentes escalas espaciais e temporais, a partir da definição de temas, processos e variáveis na matriz metodológica da pesquisa. Parte-se do pressuposto de que há diferentes lógicas sociais de acesso à terra urbana e diversos agentes da produção habitacional que sustentam formas de produção da habitação específicas. No contexto particular das metrópoles brasileiras na contemporaneidade, as três formas de produção da habitação são: produção pelo circuito imobiliário residencial formal; produção pelo Estado; e produção pelo circuito imobiliário residencial informal. Essas formas de produção são entrelaçadas na realidade por meio de agendas, estratégias e projetos que ora se aproximam ora entram em conflito. Defende-se a tese de que a expansão imobiliária formal em espaços de conflito na metrópole depende da constituição de uma lógica de produção do espaço pautada em estratégias de diferenciação (de localização, de produto, de construção, de preço, de “conceito” de moradia, de público-alvo etc.) e em articulações com o Estado e com o mercado que garantam o isolamento na proximidade. O par distanciamento social/proximidade espacial sustenta a noção de fragmentação socioespacial, que se aproxima da ideia de padrão fractal de segregação, conceitos fundamentais na pesquisa. No estudo de caso trabalhado, as estratégias de diferenciação se amalgamaram na elaboração do produto condomínio horizontal fechado de casas na década de 1990, tornando-o “marca” do setor sudeste. Enquanto forma urbana, o condomínio horizontal contém os processos e as lógicas de produção do espaço que lhe dão origem, tendo gerado em Sapiranga/Coité um resultado acumulado de intensa fragmentação como resposta às escolhas individuais de investimento por parte de empreendedores e compradores.
Abstract: The research discusses the different forms of housing production as necessary mediation between the space production dynamics and characteristics of the formal real estate circuit in the valuing southeast axis of Fortaleza metropolis, taking as a case study the Sapiranga/Coité while conflict sector in the metropolis. The analysis object was studied based on the theoretical and methodological foundations of the social production of space theory. The methodology included documentary research (plant allotments and housing estates, slum mapping, urban and environmental legislation), statistics (data of IVV, ITBI, construction permits, dwell up and ARTs for residential developments), field work and interviews, gathering a database with qualitative and quantitative indicators at different spatial and temporal scales, from the definition of themes, processes and variables in the methodological matrix. This is on the assumption that there are different social logics of access to urban land and various agents of housing production that support specific forms of housing production. In the particular context of brazilian metropolises in contemporary times, the three forms of housing production are: production by the formal residential real estate circuit; production by the State; and production by informal residential real circuit. These forms of production are intertwined in reality through agendas, strategies and projects that sometimes come together and sometimes come into conflict. It defends the thesis that the formal real state expansion in conflict areas in the metropolis depends on the creation of a space production logic guided by differentiation strategies (location, product, construction, price, "concept" housing, target public etc.) and links with the State and the market to ensure the insulation in the proximity. The pair social distancing / spatial proximity supports the notion of socio-fragmentation, which approaches the idea of fractal segregation standard, fundamental concepts in this research. In the case study analyzed, the differentiation strategies were amalgamated in the constitution of the product horizontal gated community in the 1990s, making it the "brand" of the southeast sector. While urban form, the horizontal gated community contains processes and production space logical that give rise to it, generating in Sapiranga/Coité a cumulative result of intense fragmentation in response to individual choices of investment by entrepreneurs and buyers.
Descrição: SANTOS, Elizete de Oliveira. Produção do espaço, habitação e circuito imobiliário em Fortaleza-CE: temporalidades e espacialidades no eixo sudeste de valorização da metrópole. 2015. 373 f. Tese (Doutorado em geografia)- Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/20238
Aparece nas coleções:DGR - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_tese_eosantos.pdf28,63 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.