Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/20243
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorREBOUÇAS, Danio Bezerra-
dc.contributor.authorFREITAS, Luma Almeida-
dc.contributor.authorCUNHA, Roseli Barros-
dc.date.accessioned2016-10-18T22:47:31Z-
dc.date.available2016-10-18T22:47:31Z-
dc.date.issued2012-
dc.identifier.citationREBOUÇAS, D. B.; FREITAS, L. A.; CUNHA, R. B. (2012)pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/20243-
dc.descriptionREBOUÇAS, Danio Bezerra; FREITAS, Luma Almeida; CUNHA, Roseli Barros. Oliverio Girondo: as vanguardas e a construção de identidades latino-americanas pós-revolução industrial. In: ENCONTRO INTERDISCIPLINAR DE ESTUDOS LITERÁRIOS, 9, 2012, Fortaleza. Anais ... Fortaleza: UFC/Departamento de Pós-Graduação de Letra, n. 4, 2013, p. 142-155.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherEncontro Interdisciplinar de Estudos Literáriospt_BR
dc.subjectGirondopt_BR
dc.subjectVanguardaspt_BR
dc.subjectIdentidadept_BR
dc.titleOliverio Girondo: as vanguardas e a construção de identidades latino-americanas pós-revolução industrialpt_BR
dc.typeArticlept_BR
dc.description.abstract-ptbrO presente trabalho parte da análise da obra Veinte poemas para ser leídos en el tranvía (1922) do poeta argentino Oliverio Girondo, discorrendo sobre o conceito de vanguardas e a sua relação com a urbe pós-Revolução Industrial apresentado através de investigações referidas ao objeto de estudo (SCHWARTZ, 1983; 1995; BARRERA, 1997). Para alcançar tal objetivo escolhemos da obra em estudo os seguintes poemas: “Apunte callejero”, “Croquis en la arena” e “Río de Janeiro”. Estes passaram a ser analisados através da obra objeto de nosso estudo e demais aportes teóricos, auxiliando-nos em nossa investigação. Delimitamo-nos, na análise da obra, à figura humana em constante simbiose com a urbe e o olhar de viajante do eu lírico do poeta. Observamos em nossa investigação, uma constante transgressão dos limites cotidianos, através do uso de uma linguagem rebuscada e criativa por meio das descrições das pessoas, os autorretratos, o uso de textos visuais e da subordinação do eu lírico e auto-reflexivo à ordem arquitetônica do espaço literário, são alguns elementos das vanguardas utilizadas por Oliverio Girondo. Esperamos com o presente trabalho contribuir aos estudos sobre Identidade e vanguardas latinoamericanas.pt_BR
Aparece nas coleções:DLE - Trabalhos apresentados em eventos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_eve_dbrebouças.pdf309,51 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.