Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/20992
Título: Crueldade: a face inesperada da violência difusa
Autor(es): BARREIRA, César
Palavras-chave: Crueldade
Violência difusa
Crime
Meios de comunicação coletiva
Corpo
Data do documento: 2015
Editor: Revista Sociedade e Estado
Citação: BARREIRA, C. (2015)
Resumo: Objetiva contribuir para uma reflexão sobre o problema da crueldade no contexto brasileiro contemporâneo, registrando práticas delituosas radicais, envolvendo o corpo de vítimas, que não possuem explicações evidentes, condensando usos peculiares e irracionais da violência. O tema tratado em outros campos do conhecimento - arte, psicanálise -, nos quais se encontram várias formulações e reflexões, é um desafio para os propósitos sociológicos. Com base em usos nativos do termo crueldade, o escrito verifica o modo como esta é considerada nos meios de comunicação coletiva, no senso comum e no campo jurídico. Na violência difusa, a crueldade parece exprimir práticas vindas de variadas ordens explicativas, nas quais se inscrevem tanto as marcas individuais de agentes como a repetição de tragédias ou reações inesperadas que fazem parte da história da humanidade. Em síntese, o artigo articula crueldade e violência difusa, verificando algumas categorias simbólicas que caracterizam reações inesperadas de ilícitos penais ocorrentes fora de uma situação de equivalência social. Mais do que concluir sobre as causas da ocorrência do fenômeno da crueldade, o ensaio abre a possibilidade de constituição de uma agenda de pesquisa.
Descrição: BARREIRA, César. Crueldade: a face inesperada da violência difusa. Revista Sociedade e Estado, Brasília, v. 30, n. 1, p. 55-74, jan./abr. 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/20992
ISSN: 0102-6992
Aparece nas coleções:DCSO - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_art_cbarreira.pdf213,3 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.