Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21347
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorFurtado, Luísa Escher-
dc.contributor.authorGonçalves, Shirley Dias-
dc.contributor.authorMiranda, Luciana Lobo-
dc.contributor.authorPascual, Jesus Garcia-
dc.date.accessioned2016-12-20T21:24:35Z-
dc.date.available2016-12-20T21:24:35Z-
dc.date.issued2011-
dc.identifier.citationFurtado, L. E.; Gonçalves, S. D.; Miranda, L. L.; Pascual, J. G. (2011)pt_BR
dc.identifier.issn1984-0292 (online)-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21347-
dc.descriptionFURTADO, Luísa Escher; GONÇALVES, Shirley Dias; MIRANDA, Luciana Lobo; PASCUAL, Jesus Garcia. Subjetivação, discursos científicos e midiáticos: revisitando estudos foucaultianos sobre corpos. Fractal: Revista de Psicologia, Niterói, v. 23, n. 1, p. 155-170, jan./abr. 2011.pt_BR
dc.description.abstractThis theoretical study aims to discuss the production of self-care in scientific and mediatic discourses, based on the thougth of Michel Foucault about subject, speech and body. Science and media issues in the relationship are knowledge-power, operating through discourses in producing regimes of truth. The scientific discourses do not translate the truth about the nature of things, nor are just reproducers of the class struggles and/or the psychical conflicts. They are materiality producers of ways of living, bodies and subjects. Also the mediatic discourses are not only valued for mediating information between producers and spectators. The media produces and circulates discourses urging the subject to confess, to produce knowledge of himself. Finally, science and media are strategies of knowledge-power that together act on bodies and involve ways of self-behaviour.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherFractal: Revista de Psicologiapt_BR
dc.subjectDiscursopt_BR
dc.subjectSujeitopt_BR
dc.subjectCorpopt_BR
dc.subjectDiscoursept_BR
dc.subjectSubjectpt_BR
dc.subjectBodypt_BR
dc.titleSubjetivação, discursos científicos e midiáticos: revisitando estudos foucaultianos sobre corpospt_BR
dc.typeArticlept_BR
dc.description.abstract-ptbrEste estudo teórico tem como objetivo discutir a produção do modo de conduzir a si mesmo em discursos científicos e midiáticos, com base no pensamento de Michel Foucault acerca do sujeito, do discurso e do corpo. Ciência e mídia são problematizadas na relação saber-poder, atuando por meio de discursos na produção de regimes de verdade. Os discursos científicos não traduzem verdades sobre a natureza das coisas, nem são apenas um reprodutor das lutas de classe e/ou dos conflitos psíquicos. Eles são materialidades produtoras de modos de viver, de corpos e de sujeitos. Também os discursos midiáticos não são valorizados apenas por mediar informações entre produtores e espectadores. A mídia produz e faz circular discursos incitando o sujeito a se confessar, a produzir um saber sobre si mesmo. Por fim, ciência e mídia são estratégias de poder-saber que conjuntamente atuam nos corpos e implicam modos de conduzir-se a si mesmo.pt_BR
dc.title.enSubjectivity, scientifics and mediatics discourses: revisiting foucault studies about bodiespt_BR
Aparece nas coleções:DPSI - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_art_jgpascual.pdf707,5 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.