Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21570
Título: Desenvolvimento de técnicas farmacêuticas para obtenção da droga vegetal a partir das folhas de erva-cidreira (Lippia alba (Mill.) N.E Brown) quimiotipo II.
Título em inglês: Development of pharmaceutical techniques to obtain the drug plant from the leaves of lemon balm (Lippia alba (Mill.) N.E Brown) chemotipo II.
Autor(es): Cardoso, Rebeca Sales
Orientador(es): Bandeira, Mary Anne Medeiros
Palavras-chave: Lippia
Preparações Farmacêuticas
Ciências Farmacêuticas
Data do documento: 19-Out-2016
Citação: CARDOSO, R. S. ; BANDEIRA, M. A. M. (2016)
Resumo: Lippia alba, pertecente à família Verbenaceae, é encontrada em praticamente todas as regiões do Brasil. Seus nomes populares são erva-cidreira, falsa-melissa, com ação calmante e ansiolítica. Existem no Nordeste três quimiotipos. Quimiotipo I, rico nos monoterpenos mirceno e citral (neral e geranial); quimiotipo II (limoneno e citral) e o quimiotipo III (limoneno e carvona). L. alba, quimiotipo II, foi selecionada pelo Comitê Estadual de Fitoterapia para uso nas Farmácias Vivas do Estado do Ceará, fazendo parte da REPLAME. Apresenta mesmo marcador químico ativo (citral) que o quimiotipo I e as espécies Melissa officinalis e Cymbopogon citratus, havendo a necessidade de determinar o marcador químico analítico para diferenciar essas espécies, com fins de controle de qualidade, conforme RDC nº 26/2014. O presente trabalho tem como objetivo realizar oestudo farmacêutico das folhas de L. alba, quimiotipo II, com viabilização de técnicas para preparação da droga vegetal com monitoramento do marcador ativo (citral) e a identificação do marcador analítico. Para isso, foi realizada, previamente uma abordagem fitoquímica, evidenciando a presença de esteróides, fenóis livres, flavonóides, triterpenóides, saponinas e taninos condensados, seguida da caracterização morfoanatômica das folhas, apresentando epidermes unicelulares, parênquima paliçádico e lacunoso e tricomas glandulares secretores de óleo essencial, com textura macia e aroma cítrico. Posteriormente, precedeu-se aos ensaios preliminares, onde foram obtidas as especificações de qualidade, como a determinação da perda por dessecação e do teor de cinzas. A composição química do óleo essencial foi avaliada por CG/EM durante o período de maio/1988 a março/2016 em que foi visto um aumento no teor do óleo, influenciado pelo número de cortes sofridos, destacando como componentes majoritários neral, geranial e limoneno. Em seguida, o óleo essencial das folhas frescas e dessecadas, à sombra em temperatura ambiente, e em estufa a 40ºC, por coobação e arraste à vapor d’água foi analisado por CG/EM. O extrato etanólico 20% e o óleo essencial foramcomparados por CCD, evidenciando manchas com Rfs e comportamentos semelhantes. O extrato etanólico 20% foi separado por CCA, isolada uma substância por CEM e analisada por RMN 1H, sendo denominada ECII de marcador químico analítico da espécie L. alba. A técnica de arraste à vapor d’água e a dessecação de folhas em temperatura ambiente por 5 dias, demonstrou ser o método de obtenção do óleo essencial com maior rendimento, mais viável e de menor custo.
Abstract: Lippia alba, which belongs to the Verbenaceae family, is found in practically all regions of Brazil. Its popular names are lemon balm, false-melissa, with soothing and anxiolytic action. There are three chemotypes in the Northeast. Chemotype I, rich in the myrcene and citral (general and geranial) monoterpenes; Chemotype II (limonene and citral) and chemotype III (limonene and carvone). L. alba, chemootype II, was selected by the State Phytotherapy Committee for use in the Living Pharmacies of the State of Ceará, being part of REPLAME. It has the same active chemical marker (citral) as the chemootype I and the species Melissa officinalis and Cymbopogon citratus, and it is necessary to determine the chemical analytical marker to differentiate these species for quality control purposes, according to RDC nº 26/2014. The objective of this work was to conduct a pharmaceutical study of the leaves of L. alba, chemotype II, with viability of techniques for preparation of the plant drug with monitoring of the active marker (citral) and identification of the analytical marker. For this, a phytochemical approach was performed, evidencing the presence of steroids, free phenols, flavonoids, triterpenoids, saponins and condensed tannins, followed by the morphological and anatomical characterization of the leaves, presenting unicellular epidermis, paliçadic and lacunar parenchyma and oil secreting glandular trichomes Essential, with soft texture and citrus aroma. Subsequently, the preliminary tests were preceded, where the quality specifications were obtained, such as the determination of the loss by desiccation and the ash content. The chemical composition of the essential oil was evaluated by GC / MS during the period of May / 1988 to March / 2016, in which an increase in the oil content was observed, influenced by the number of cuts undergone, highlighting as major components, geranium and limonene . Then, the essential oil of the fresh and dried leaves, in the shade at room temperature, and in an oven at 40ºC, by coagulation and water vapor entrainment was analyzed by GC / MS. The 20% ethanolic extract and the essential oil were compared by CCD, evidencing spots with Rfs and similar behaviors. The 20% ethanolic extract was separated by CCA, isolated a substance by CEM and analyzed by 1H NMR, being called ECII of analytical chemical marker of L. alba species. The technique of steam trapping and desiccation of leaves at room temperature for 5 days proved to be the method of obtaining the essential oil with higher yield, more viable and lower cost.
Descrição: CARDOSO, R. S. Desenvolvimento de técnicas farmacêuticas para obtenção da droga vegetal a partir das folhas de erva-cidreira (Lippia alba (Mill.) N.E Brown) quimiotipo II. 2016. 62 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21570
Aparece nas coleções:DFAR - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_dis_rscardoso.pdf2,3 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.