Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21934
Título: Metodologia Hegelo-marxiana e centralidade do trabalho
Autor(es): Bavaresco, Agemir
Schäfer, Márcio Egídio
Palavras-chave: Hegel
Marx
Método
Trabalho
Data do documento: 2012
Editor: Revista Dialectus
Citação: Bavaresco, A.; Schäfer, M. E. (2012)
Resumo: O presente artigo intenta demonstrar a radical indissociabilidade entre método e conteúdo na filosofia social e política de Marx, particularmente em torno da sua apropriação da metodologia hegeliana. Seguindo a interpretação de Flickinger, a primeira parte do artigo visa articular essa apropriação a partir de um conjunto de tópicos nucleares da filosofia de Marx. Já num segundo momento, o artigo foca num conceito absolutamente fundamental tanto em Hegel quanto em Marx, qual seja: o conceito de trabalho. Assim, o presente artigo visa desenvolver a função sistemática deste conceito na elaboração do sistema de Hegel, e as implicações da mesma na filosofia social do Autor. A seguir, fazemos uma reconstituição da crítica de Marx a essa teoria do trabalho e indicam-se alguns rumos que a filosofia social e política de Marx toma face à filosofia hegeliana, particularmente em torno das tensões que emergem numa sociedade em que o trabalho foi erguido ao status de fonte da riqueza ao mesmo tempo em que aqueles que trabalham e a produzem não podem usufruí-la.
Abstract: This paper attempts to demonstrate the radical inseparability between method and content in the social and political philosophy of Marx, particularly around its appropriation of the Hegelian methodology. Following Flickinger’s interpretation, the first part of the paper aims to articulate this appropriation from a set of mainly topics of Marx’s philosophy. In the second part, the paper focuses in a concept absolutely fundamental in both Hegel and Marx, namely: the concept of labor. Thus, the present paper aims to develop the systematic function of this concept in the working out of Hegel's system, and its implications in the social and political philosophy of the Author. Forthwith, we make a reconstitution of Marx's critique to this theory of labor and we indicate some ways that the social and political philosophy of Marx look like to the Hegelian philosophy, particularly around the tensions that emerge in a society that the work was raised to the status of source of wealth at the same time those who work and produce cannot enjoy it.
Descrição: BAVARESCO, Agemir; SCHÄFER, Márcio Egídio. Metodologia Hegelo-marxiana e centralidade do trabalho. Revista Dialectus, Fortaleza, ano 1, n. 1, p. 148-178, jul./dez. 2012.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21934
ISSN: 2317-2010
Aparece nas coleções:PPGEB - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012_art_abavarescomeschafer.pdf3,1 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.