Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22363
Título: Violência e resistência no discurso de Saramago: anotações semióticas
Autor(es): Leite Júnior, José
Palavras-chave: Violência
José Saramago
Semiótica
Luta de classes
Data do documento: 2015
Editor: Revista Dialectus
Citação: Leite Júnior, J. (2015)
Resumo: Este estudo centra-se na questão da violência na obra literária de José Saramago, escritor Português, até agora único caso a ganhar o Prêmio Nobel de Literatura em português. De todos os títulos deste autor, foram separados para a presente análise os seguintes exemplos, porque são representativas de momentos significativos de sua maturidade literária: Levantado do Chão (1980), este apenas para a exemplificação metodológica introdutória, O ano de 1993 (1975), Memorial do Convento (1982) e Ensaio sobre a Cegueira (1995). A abordagem é baseada em categorias analíticas de Semiótica fundada por Algirdas Julien Greimas, segundo a qual qualquer texto tem três níveis de abstração na produção de significado: o nível fundamental, o nível de narrativa e de nível discursivo. No nível discursivo, parece que o texto de Saramago reitera temas e figuras que confirmam o apoio ideológico deste escritor aos interesses das classes oprimidas em sua missão histórica da emancipação. No processo, as mulheres desempenham papel de liderança no texto de Saramago. No nível narrativo, o efeito discursivo é realizado pela representação de um sujeito que procura opor valores semanticamente identificado pela dignidade humana. Ao nível fundamental da produção de sentido, o texto de Saramago baseia-se na relação contraditória entre opressão e libertação, sendo estes últimos colocados, em homologia com vida em oposição à morte, e natureza em oposição à cultura, identificado como uma forma de controle social.
Abstract: This study focuses on the theme of violence in the literary work of José Saramago, Portuguese writer, so far the only one to win the Nobel Prize for Literature in Portuguese. Of all titles of this author, the following examples were separated for the present analysis, as they are representative of significant moments of his literary maturity: Levantado do Chão (1980), that one only for the introductory methodological exemplification, O ano de 1993 (1975), Memorial do Convento (1982) and Ensaio sobre a cegueira (1995). The approach is based on analytical categories of Semiotics founded by Algirdas Julien Greimas, according to which any text has three levels of abstraction in the production of meaning: the fundamental level, the level of narrative and the discursive level. In the discursive level, it seems that Saramago’s text reiterates themes and figures that confirm the ideological support of this writer to the interests of the oppressed classes in their historic mission of emancipation. In the process, women play a leading role in Saramago’s text. On the narrative level, the discursive effect is accomplished by the representation of a subject that seeks to oppose values that are semantically identified with human dignity. In the fundamental level of production of meaning, Saramago’s text is based on the contradictory relationship between oppression and liberation, the latter being placed in homology to life as opposed to death, and nature as opposed to culture, identified as a form of social control.
Descrição: Leite Júnior, José. Violência e resistência no discurso de Saramago: anotações semióticas. Revista Dialectus, Fortaleza, ano 2, n. 7, p. 98-107, set./dez. 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22363
ISSN: 2317-2010
Aparece nas coleções:PPGEB - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_art_jleitejúnior.pdf330,84 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.