Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/23803
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCampos, Juliana Cristine Diniz-
dc.contributor.authorFerreira, Desirée Cavalcante-
dc.date.accessioned2017-07-04T10:28:13Z-
dc.date.available2017-07-04T10:28:13Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.citationFERREIRA, D. C. (2016)pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/23803-
dc.descriptionFERREIRA, Desirée Cavalcante. A soberania possível: a reconstrução da soberania do povo na modernidade periférica. 2016. 105 f. Dissertação (Mestrado em Direito) - Faculdade de Direito, Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-Graduação em Direito, Fortaleza, 2016.pt_BR
dc.description.abstractThe objective of this study is to analyze the development of popular sovereignty concept and its compatibility with the brazilian democratic context, taking into consideration interpretations about the particular tensions and issues of its socio-political development. The main purpose is to identify a rational and democratic interpretation of sovereignty, which provides stability and security to juridical relations, but, at the same time, does not ignore demands and obstacles from realities of social exclusion. For this, it will be discussed the need of recognizing the plurality and the impossibility of unification or homogenization of various elements of social life and the insufficiency to use the sovereignty concept on a rhetoric/ideological way to explain the Democratic State foundation.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectSoberaniapt_BR
dc.subjectParticipação políticapt_BR
dc.subjectDemocraciapt_BR
dc.titleA soberania possível: a reconstrução da soberania do povo na modernidade periféricapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.description.abstract-ptbrO trabalho visa analisar o desenvolvimento do conceito de soberania do povo e a adequação ao contexto da democracia brasileira, considerando as interpretações acerca das tensões e das questões próprias ao seu desenvolvimento sociopolítico. O objetivo central é identificar uma interpretação racional e democrática da soberania, que proporcione estabilidade e segurança às relações jurídicas, mas que não ignore as demandas e os entraves sociais próprios de realidades excludentes. Para tanto, considera-se a necessidade de reconhecimento da pluralidade e da impossibilidade de unificação ou homogeneização de diversos elementos da vida social e a insuficiência do uso retórico/ideológico da soberania do povo para a fundamentação do Estado Democrático de Direito.pt_BR
Appears in Collections:FADIR - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_dis_dcferreira.pdf1,12 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.