Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/24633
Título: Dona Zefinha: apropriação e recriação regionais de uma banda musical
Título em inglês: Dona Zefinha: Regional ownership and recreation of a musical band
Autor(es): Costa, Jane Meyre Silva
Orientador(es): Barreira, Irlys Alencar Firmo
Palavras-chave: Dona Zefinha (Companhia cenomusical) – Estética
Música e arte - Brasil, Nordeste
Dona Zefinha (Companhia cenomusical) – Ceará
Northeast
Hybridization
Data do documento: 2017
Citação: Costa, J. M. S.; Barreira, I. A. F. (2017)
Resumo: Trata-se de uma tese cuja reflexão fundamenta-se na análise do processo de apropriação cultural exposto no campo musical brasileiro, que se evidencia no contexto contemporâneo facilitado pelo acesso à informação e as novas tecnologias, a partir dos anos 2000. Diante deste contexto, os sujeitos participantes deste processo recriam e reelaboram novas identidades no percurso de sua trajetória artística transitando mais livremente em meio a estéticas que atravessam o local/nacional/internacional. O campo empírico desta pesquisa se constitui no estudo de caso de uma banda integrante do cenário musical cearense intitulada como Banda Dona Zefinha, nessa perspectiva a proposta desta tese busca compreender como este coletivo de artistas se apropria de símbolos culturais associados historicamente a região Nordeste, recriando os mesmos, por meio de linguagens e performances específicas elaborando estratégias de participação e sobrevivência no cenário artístico cearense. Nesse estudo serão retratadas a trajetória coletiva destes artistas tendo como enfoque tanto as disposições internas como os influxos externos que os influenciaram durante o processo de criação. A banda Dona Zefinha surgiu no cenário público cearense em 2001, o grupo buscou unir folguedos nordestinos, a partir da musicalidade inspiradas em bandas cabaçais e entrecortadas com muito humor, além de exibir outras influências claras de bandas latino-americanas, árabes e medievais. Os dados aqui apresentados foram colhidos por meio de observação durante os shows da banda, entrevistas com os músicos, material fonográfico e meios virtuais pelos quais estes sujeitos compartilham a partir de um viés qualitativo, além de um amplo referencial bibliográfico como ferramenta de análise. A partir de seus relatos e do trabalho artístico, percebeu-se que a discussão interposta pelos integrantes da banda Dona Zefinha, revela-se a partir de um conceito sobre a região Nordestina como algo em constante transformação. Neste movimento constante, os integrantes da banda em seu processo de criação realizam uma espécie de aproveitamento, re (elaborando) valores, imagens e símbolos, os quais garantem a interação e facilitam a comunicação entre seus ouvintes e com o próprio mercado.
Descrição: COSTA, Jane Meyre Silva. Dona Zefinha: apropriação e recriação regionais de uma banda musical. 2017. 220f. – Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Sociologia, Fortaleza (CE), 2017.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/24633
Tipo: Tese
Aparece nas coleções:PPGS - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_tese_jmscosta.pdf3,52 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.