Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/24669
Title in Portuguese: Um vazio me chama da praça ao porão, uma experiência de invenção de público no Theatro José de Alencar: estudo de caso do Projeto Porão
Title: An emptiness calls me from the square to the basement, an experience of invention of public in Theatro José de Alencar: the study of case of Porão Project
Author: Gurgel, Izabel Rosa Barbosa
Advisor(s): Lins, Daniel Soares
Keywords: Theatro José de Alencar – Formação de plateia - 2001-2002
Platéias de artes
Subjetividade
José de Alencar Theater
Social process
Issue Date: 2004
Citation: Gurgel, I. R. B.; Lins, D. S. (2004)
Abstract in Portuguese: Uma cartografia do Projeto Porão, realizado no Theatro José de Alencar, em Fortaleza, no período de maio de 2001 a dezembro de 2002. Objetiva problematizar a noção de público com a qual se opera no campo da produção cultural. Para além do público como demanda a ser atendida, um alvo a ser atingido. Opera na perspectiva de que público é uma construção social. Público é criado, inventado, produzido. A relação que subjaz à esta perspectiva é a de teatro e processos de subjetivação. Como um programa de formação de platéia, desenvolvida por uma instituição cultural de caráter público, governamental, pode instaurar práticas sociais vitalizadoras? A indagação conduz a pesquisa empírica, realizada ao longo da vigência do projeto. Perpassa o diálogo com a sociologia de Pierre Bourdieu, com ênfase na compreensão do aprendizado pelo corpo. A compreensão de subjetividade como processo social, como eminentemente gestada no social, vem de Deleuze-Guattari. Aponta para uma compreensão de público no âmbito da produção. Uma compreensão que atribui ao público o papel de artista, criador de novas demandas, agente social da permanente invenção da vida.
Abstract: A cartography of the Porão Project, held at the Theatro José de Alencar, in Fortaleza, from May 2001 to December 2002. It aims to problematize the notion of the public with which it operates in the field of cultural production. Beyond the public As a demand to be served, a target to be reached. It operates in the perspective of which public is a social construction. Public is created, invented, produced. The relationship that underlies this perspective is that of theater and processes of subjectivation. As an audience-building program, developed by a cultural institution of Public, governmental, can establish vital social practices? The inquiry leads to empirical research, conducted over the life of the project. It permeates the dialogue with the sociology of Pierre Bourdieu, with an emphasis on the understanding of learning by the body. The understanding of subjectivity as a social process, as eminently gestated in the social, comes from Deleuze-Guattari. It points to an understanding of the public in the field of production. An understanding that Public the role of artist, creator of new demands, social agent of the permanent invention of life.
Description: GURGEL, Izabel Rosa Barbosa. Um vazio me chama da praça ao porão, uma experiência de invenção de público no Theatro José de Alencar: estudo de caso do Projeto Porão. 2004. 165f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Sociologia, Fortaleza (CE), 2004.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/24669
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGS - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2004_dis_irbgurgel.pdf27,39 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.