Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2535
Título: Análise do fluxo de gases na camada de cobertura do aterro sanitário municipal oeste de Caucaia (ASMOC)
Autor(es): Oliveira, Cláudio André Almeida de
Orientador(es): Aquino, Marisete Dantas de
Palavras-chave: Saneamento
Resíduos sólidos
Biogás
Data do documento: 2011
Citação: OLIVEIRA, C. A. A. de (2011)
Resumo: O crescente consumo humano acarreta uma maior geração de resíduos, que, por sua vez, devem ser adequadamente tratados e descartados. O armazenamento dos resíduos urbanos em aterros produz gases, que quando não geridos corretamente prejudicam a qualidade de vida da população. As emissões incontroladas desses gases provocam múltiplos impactos econômicos e socioambientais a partir da contaminação do ar nas diferentes cidades do mundo. A comunidade circunvizinha do aterro é bastante prejudicada em virtude do convívio constante com o mau cheiro, gases inflamáveis e até componentes cancerígenos presentes no biogás. Em termos mundiais, o lançamento incontrolado do biogás na atmosfera é uma das contribuições humanas para o aumento dos Gases causadores do Efeito Estufa (GEE) e aquecimento global. Uma das principais formas de se evitar a passagem aleatória do biogás gerado em aterros para a atmosfera é constituir um adequado sistema de cobertura dos resíduos, a qual tem, dentre outras funções, evitar a fuga dos gases e a entrada de águas pluviais na massa de resíduos, além de auxiliar na coleta e tratamento do biogás gerado no interior do aterro. Desenvolveu-se técnicas de laboratório e em campo para contemplar o estudo do fluxo de gases que atravessa o solo utilizado como cobertura do Aterro Sanitário Metropolitano Oeste de Caucaia (ASMOC), com o objetivo de se avaliar a funcionalidade da camada de cobertura e se estimar a quantidade de gases, metano (CH4) e dióxido de carbono (CO2), emitidos pelo Aterro. Escolheram-se quatro pontos distintos na superfície da célula, onde foram coletadas duas amostras, uma deformada e outra indeformada, para cada ponto selecionado. Os resultados mostraram que o solo da camada de cobertura foi classificado como areia fina silto-argilosa, com permeabilidade de 2,2 x 10-4 cm/s, limite de liquidez de 27%, limite de plasticidade de 14% (índice de plasticidade: 13%), massa especifica seca máxima de 1,83 g/cm³ e umidade ótima de 11%. Utilizou-se a metodologia de medição por placa de fluxo de alta sensibilidade, onde se mediu o fluxo que atravessa a camada de cobertura, utilizando-se aparelhos de precisão. A média do fluxo de CH4 emitido pela camada de cobertura variou entre 105 e 1.361 m3/dia.m2, enquanto a média dos fluxos de CO2 variou de 76 à 1.048 m3/dia.m2. O fluxo médio de CH4 pode atingir valores próximos de 9.452 t/ano, o que representa aproximadamente 198,5 mil t de CO2eq por ano em uma área de 78 hectares do aterro.
Abstract: The growing human consumption entails a greater generation of waste, which, in turn, must be properly treated and disposed. The storage of waste in landfills produces gas, which if not managed properly will affect the quality of life. The uncontrolled emissions of these gases cause multiple economic, social and environmental impacts, as due to air pollution in different cities around the world. The community surrounding the landfill is actually impaired by virtue of living with the constant stench, flammable and even carcinogenic compounds present in the biogas. Worldwide, the uncontrolled release of biogas into the atmosphere is one of the human contributions to the increase of greenhouse gases (GHG) emissions and global warming. One of the main ways to avoid the random passage of the biogas generated in landfills to the atmosphere is to provide an adequate coverage of the waste system, which has, among other functions, prevent the escape of gases and the ingress of rainwater into the mass of waste as well as assist in the collection and treatment of the biogas generated within the landfill. Techniques were developed in the laboratory and field research to consider the flow of gases through the soil used as cover Landfill Metropolitan West Caucaia (ASMOC), to assess the functionality of the cover layer and estimate the amount of gases, methane (CH4) and carbon dioxide (CO2) emitted by the landfill. Four different points on the cell surface were chosen, where two samples were collected, a deformed and other undeformed, for each selected point. The results showed that the covering layer is classified as sandy silt-clay, with permeability of 2,2 x 10-4 cm/s, liquid limit of 27%, plastic limit of 14% (plasticity index: 13%), maximum dry density of 1.83 g/cm³ and optimum moisture content of 11%. The methodology used was the static flow measurement with high sensitivity, which measures the gas flow through the cover layer, using precision instruments. The average flow of CH4 emitted by the layer of coverage ranged between 105 and 1.361 m3/dia.m2, while the average CO2 fluxes ranged 76 - 1.048 m3/dia.m2. The average CH4 flux can reach values close to 9,452 tons / year, which represents about 198 500 tonnes of CO2 eq per year in an area of 78 hectares of the landfill.
Descrição: OLIVEIRA, C. A. A. de. Análise do fluxo de gases na camada de cobertura do aterro sanitário municipal oeste de Caucaia (ASMOC). 2011. 84 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil. Saneamento Ambiental) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2011.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2535
Aparece nas coleções:DEHA - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_dis_caaoliveira.pdf1,18 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.