Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/26053
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorAguiar, Odílio Alves-
dc.contributor.authorFernandes, Antônio Batista-
dc.date.accessioned2017-09-23T14:32:37Z-
dc.date.available2017-09-23T14:32:37Z-
dc.date.issued2013-
dc.identifier.citationFernandes, A. B.; Aguiar, O. A. (2013)pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/26053-
dc.descriptionFERNANDES, Antônio Batista. A naturalização do homem e a ação política em Hannah Arendt. 2013. 120f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Filosofia, Fortaleza (CE), 2013.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectTotalitarismopt_BR
dc.subjectNaturalizaçãopt_BR
dc.subjectAção políticapt_BR
dc.subjectNaturalizationpt_BR
dc.subjectPolitical actionpt_BR
dc.titleA naturalização do homem e a ação política em Hannah Arendtpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.description.abstract-ptbrO objetivo dessa dissertação é examinar a moderna naturalização do homem e a teoria da ação política em Hannah Arendt. Para tanto, iniciaremos com a análise da terceira parte da obra Origens do Totalitarismo. Nessa obra, a autora apresenta os campos de concentração como sendo o núcleo dos regimes totalitários e os primeiros a reduzirem o homem a sua condição natural, eliminado a liberdade e aniquilando a pessoa jurídica e moral dos indivíduos. Na sequência, refletiremos sobre a crescente naturalização do homem ocorrida na modernidade, tendo como base os escritos posteriores a Origens do Totalitarismo. Neste sentido, analisaremos os textos: A condição humana e Sobre a Revolução, onde Arendt reflete sobre o declínio do espaço público e a moderna ascensão do social, caracterizada pela redução da liberdade ao campo das necessidades biológicas. Por fim, apresentaremos a teoria da ação política como alternativa à moderna naturalização do homem. A ação em Arendt tem sempre uma relação política e está fundada na capacidade que os homens têm desde seu nascimento de dar início a novos começos, de fundar novos corpos políticos. Assim, é somente através da redenção da ação que poderemos vislumbrar uma retomada da dignidade da política nos tempos atuais, principal hipótese de nossa pesquisa.pt_BR
Appears in Collections:PPGFILO - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_dis_abfernandes.pdf1,08 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.