Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/26613
Title in Portuguese: Movimento Cabaçal: hibridismo, conquistas e barreiras no underground cearense
Author: Albuquerque Filho, Rubens Martins de
Advisor(s): Lucas, Ricardo Jorge de Lucena
Keywords: Movimento Cabaçal
Hibridismo
Regionalismo
Fusão
Issue Date: 2013
Citation: Albuquerque Filho, R. M.; Lucas, R. J. L. (2013)
Abstract in Portuguese: Este trabalho se propõe a analisar a forma como o Movimento Cabaçal interagiu com os novos paradigmas impostos pela globalização e investigar os fatores preponderantes na criação do movimento, em suas escolhas estéticas, seu crescimento e dispersão. Formado no Ceará, nos primeiros anos do século XXI, apresenta uma proposta centrada na fusão de ritmos e estilos, voltada a um resgate de pretensões não acadêmicas da cultura popular cearense, ressignificando-a por meio da mistura com ritmos modernos e exógenos como o rock, a soul music, a música eletrônica e outros. Foi fortemente influenciado por outros movimentos como o Mangue Beat, de Recife, e a também cearense Massafeira Livre. Propunha-se a abrigar expressões artísticas de diversas naturezas, mas teve como expoentes e membros “fixos” as quatro bandas cearenses SoulZé e Jumentaparida, ambas fortalezenses, Dr. Raiz (de Juazeiro do Norte) e Dona Zefinha (de Itapipoca). Em seus trabalhos, ganharam destaque os temas regionais como a seca, a questão fundiária, a política, a religião, as lendas, personagens históricos, mitos e folguedos comuns a diversas regiões do estado. O Movimento Cabaçal trouxe o patrimônio cultural cearense para um intenso e recíproco diálogo com os referenciais globalizados da cultura pop, e nesse caminho lidou com vitórias e derrotas, admiração e preconceito, e a despeito de quaisquer rótulos, deixou uma inegável herança que também será lembrada e discutida ao longo deste estudo.
Abstract: This research aims to examine how the Movimento Cabaçal interacted with the new paradigms of globalization and investigate the important factors in its creation process and aesthetic choices, growth and dispersal. Formed in Ceará, in the early years of the 21th century, presents a proposal centered on the fusion of rhythms and styles, geared to a redemption of non-academic pretensions of Ceará popular culture, giving new meaning to it by mixing with modern and exogenous rhythms like rock, soul music, electronic music and more. It was heavily influenced by other movements such as Mangue Beat (from Recife), and Massafeira (also from Ceará). It was proposed to house artistic expressions of various kinds, but had, as main and fixed members, the bands SoulZé and Jumentaparida, both from Fortaleza, Dr. Raiz (Juazeiro do Norte) and Dona Zefinha (Itapipoca). In their compositions, gained prominence regional issues such as drought, the land distribution issue, politics, religion, legends, historical characters, myths and folklore common to several regions of the state. The Movimento Cabaçal brought Ceará cultural heritage for an intense and reciprocal dialogue with globalized pop culture references, and in this way dealt with wins and losses, admiration and prejudice, and despite of any labels, left an undeniable legacy that will also be remembered and discussed throughout this study.
Description: ALBUQUERQUE FILHO, Rubens Martins de. Movimento Cabaçal: hibridismo, conquistas e barreiras no underground cearense. 2013. 91f. TCC (Graduação em Comunicação Social) - Universidade Federal do Ceará, Instituto de Cultura e Arte, Curso de Graduação em Comunicação Social, Habilitação em Publicidade e Propaganda, Fortaleza (CE), 2013.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/26613
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:PUBLICIDADE E PROPAGANDA - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_tcc_rmalbuquerquefilho.pdf952,13 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.