Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/26846
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSousa, Janaildo Soares de-
dc.contributor.authorCampos, Robério Telmo-
dc.contributor.authorSilva, Andréa Ferreira da-
dc.contributor.authorBezerra, Filomena Nádia Rodrigues-
dc.contributor.authorLira, Jaqueline Saraiva de-
dc.date.accessioned2017-10-25T19:27:00Z-
dc.date.available2017-10-25T19:27:00Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.citationSOUSA, Janaildo Soares de; CAMPOS, Robério Telmo; SILVA, Andréa Ferreira da; BEZERRA, Filomena Nádia Rodrigues; LIRA, Jaqueline Saraiva de. Estimação e análise dos fatores determinantes da redução da taxa de mortalidade infantil no Brasil. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, Juiz de Fora, v. 10, n. 2, p. 140-155, 2016.pt_BR
dc.identifier.issn2447-7990-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/26846-
dc.description.abstractThis study sought to measure and analyze the determinants of reducing the infant mortality rate - IMR - in Brazil, in the period 2001-2011. For this purpose, we use the theoretical approach and the data method used by Sousa and Leite Filho (2008). The adopted empirical method allows at least two advances in relation to the others: (i) admits the unobservable effect of explanatory variables at different times; (Ii) takes into account two dimensions: time and space. A third advance in this analysis is the study period - from 2001 to 2011, because literature has not yet made inferences in these years, then, will have news contributions on the dynamics of IMR in Brazil. The database used is from secondary sources, namely: DATASUS, IPEADATA and PNADs. The results corroborate the literature to ratify the expansion of the Family Health Program (PSF) changes the behavior of the infant mortality rate, an improvement in per capita income and access to sanitation are also factors that reduce IMR and finally, that income inequality causes an adverse effect.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherRevista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos (RBERU)pt_BR
dc.subjectFatores determinantespt_BR
dc.subjectTaxa de mortalidade infantilpt_BR
dc.subjectReduçãopt_BR
dc.titleEstimação e análise dos fatores determinantes da redução da taxa de mortalidade infantil no Brasipt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.abstract-ptbrEste estudo buscou mensurar e analisar os fatores determinantes da redução da Taxa de Mortalidade Infantil - TMI - no Brasil, no período compreendido entre 2001 e 2011. Para tanto, foi utilizada a abordagem teórica e o método de dados em painel utilizado por Sousa e Leite Filho (2008). O método empírico adotado permite ao menos dois avanços em relação aos demais: (i) admite o efeito não observável de variáveis explicativas em diferentes momentos; (ii) leva em consideração duas dimensões: o tempo e o espaço. Um terceiro avanço nesta análise é o período estudado - 2001 a 2011 - devido ao fato de a literatura ainda não ter feito inferências nestes anos. Assim, esta pesquisa acrescenta novas contribuições sobre a dinâmica da TMI no Brasil. A base de dados usada é proveniente de fontes secundárias, tais como: DATASUS, IPEADATA e PNADs. Os resultados corroboram com a literatura ao ratificar que a expansão do Programa Saúde da Família (PSF) altera o comportamento da taxa de mortalidade infantil; que melhoria na renda per capita e acesso ao saneamento são também fatores que reduzem a TMI e, por fim, que a desigualdade de renda provoca um efeito adverso.pt_BR
Appears in Collections:DEA - Artigos publicados em revista científica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_art_jssousa.pdf615,65 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.