Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/27480
Title in Portuguese: Capacidade de pagamento pela água bruta utilizada na irrigação pública na bacia do Jaguaribe - Ceará
Author: Campos, Robério Telmo
Campos, Kilmer Coelho
Keywords: Capacidade de pagamento
Irrigantes
Água bruta
Issue Date: 2013
Publisher: Revista de Economia e Agronegócio
Citation: CAMPOS, Robério Telmo; CAMPOS, Kilmer Coelho. Capacidade de pagamento pela água bruta utilizada na irrigação pública na bacia do Jaguaribe - Ceará. Revista de Economia e Agronegócio, Viçosa, v. 11, n. 3, p. 393-417, 2013.
Abstract in Portuguese: Este trabalho tem como objetivo avaliar a capacidade de pagamento (CP) pela água utilizada nos diversos perímetros que compõem a bacia do Jaguaribe; calcular a CP média de cada perímetro e para cada lavoura/pecuária encabeçada como atividade principal; e, por fim, subsidiar a ação do Estado do Ceará na elaboração de uma proposta de matriz tarifária de água bruta para a referida bacia. A área de estudo localiza-se na bacia do Jaguaribe, Estado do Ceará. Os dados foram de natureza primária, obtidos por meio da aplicação de 76 questionários. A CP é medida por meio do método residual. Conclui-se que a capacidade de pagamento unitária (CPU) média dos irrigantes públicos foi de R$ 46,57/1000m3 O perímetro público Icó-Lima Campos apresentou os menores indicadores de CPU pela água, quando comparado aos outros perímetros. O perímetro de maior CPU é o de Jaguaribe-Apodi (DIJA), em que predomina a exploração de fruticultura. O subgrupo de irrigantes fruticultores é o que apresenta maior CPU (R$ 103,67/1000m3), superando em quase três vezes os subgrupos de grãos/pecuária (R$ 34,50/1000m3) e de grãos (R$ 37,47/1000m3). Alguns produtores apresentaram renda líquida para a cobertura da tarifa atualmente cobrada pela COGERH, enquanto outros não têm capacidade de pagamento.
Abstract: This paper aims to evaluate the producers’ capacity of payment for bulk water in the public irrigation districts at Jaguaribe basin as well as for group of producers in each irrigation district, which carries out agriculture and cattle raising as main farm activities. This study also aims to give support to the State actions concerning building a matrix of bulk water tariff for this basin. The study area is the Jaguaribe basin in the State of Ceará. The data were of primary source, which were gathered by the application of 76 questionnaires. The method used to calculate the capacity of payment is based on the residual approach. The results showed that the producers’ total capacity of payment was R$ 46.57 by 1,000 m3 The Icó-Lima Campos irrigation district showed the lowest capacity of payment for bulk water, among the districts investigated. The Jaguaribe-Apodi irrigation district (DIJA) had the largest capacity of payment among all, in which fruit is the main product. The subset of fruit producers showed higher capacity of payment (R$ 103.67/1000m3), overcoming, in almost three times, the subsetof grain and cattle producers (R$ 34.50/1000m3) as well as the grain producers alone (R$ 37.47/1000m3). Some producers showed net return covering the current tariff charged by COGERH, while others did not have enough capacity of payment for bulk water.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/27480
metadata.dc.type: Article
ISSN: 1679-1614
Appears in Collections:DEA - Artigos publicados em revista científica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_art_rtcampos.pdf2,69 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.