Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2831
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorHaguette, André-
dc.contributor.authorMoreira, Rejane Mary-
dc.date.accessioned2012-06-25T11:23:00Z-
dc.date.available2012-06-25T11:23:00Z-
dc.date.issued2010-
dc.identifier.citationMoreira, R. M.; Haguette, A. (2010)pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2831-
dc.descriptionMOREIRA, Rejane Mary. Programa Brasil Alfabetizado na UECE: a alfabetização como mediação de inclusão social. 2010. 114f. Dissertação (Mestrado em Políticas Públicas e Gestão da Educação Superior) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Políticas Públicas e Gestão da Educação Superior, Fortaleza-CE, 2010.pt_BR
dc.description.abstractThis study aimed to analyze the contribution of the Brazil Literate Program, run by UECE, regarding the inclusion of students of the fifth-period 2007/2008. Based on this objective we verified if this literacy experience led the students of this class to keep on reading and writing with the appropriate understanding. We decided for the descriptive, qualitative study, and as a technique, a semi-structured interview of which took part 13 literates of three classes of the program, which took place in the neighborhoods of Jardim das Oliveiras, Pio XII and Aerolândia. A questionnaire was carried out with the teachers of these classes and another with the educational coordinator of the project. The results indicate that the experience of literacy performed by UECE did not lead the literates of the fifth class to keep on reading and writing, failing on the acquisition of reading, writing, basic arithmetics and the continuity of these skills used in everyday life, as well as on the studies related to adult education. It is noteworthy, as positive in this program, 'small steps' such as learning how to sign their own names, what means the development of oral language and the appropriation of a new vision of life. Such fact led them to raise self-esteem. The results of the survey suggest that to seek paths or solutions which are favorable to the inclusion through literacy, we must consider the concrete conditions of life of learners and adopt measures of selection for educators in the sense that the initial, continuing and permanent training of those, move towards the establishment of a new teaching with committed, qualified and certified professionals in the area of adult education; an offer which is not of compensatory policies. However, the proposal of EJA policy is able to break up with the practices of old campaigns of assistance, uncommitted with the continuity of schooling and the transformation of society. Such education proposal must consider and respect diversity as a value which is continuing and liberating.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherhttp://www.teses.ufc.brpt_BR
dc.subjectSocial Inclusionpt_BR
dc.subjectEJA Policypt_BR
dc.subjectLiteracypt_BR
dc.subjectPolítica de EJApt_BR
dc.subjectInclusão Socialpt_BR
dc.subjectAlfabetizaçãopt_BR
dc.subjectCiências Humanaspt_BR
dc.subjectAlfabetização de Adultos – Fortaleza (CE)pt_BR
dc.subjectPrograma de Alfabetização de Adultos – Fortaleza (CE)pt_BR
dc.subjectPrograma Alfabetização Solidária – Fortaleza (CE)pt_BR
dc.subjectPrograma Brasil Alfabetizadopt_BR
dc.subjectPolítica de Inclusão Social Inclusão Social – Fortaleza (CE)pt_BR
dc.subjectInclusão Educacional – Fortaleza (CE)pt_BR
dc.titlePrograma Brasil Alfabetizado na UECE: a alfabetização como mediação de inclusão socialpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.description.abstract-ptbrO objetivo desta pesquisa foi analisar a contribuição do Programa Brasil Alfabetizado executado pela UECE quanto à inclusão social dos alunos da quinta turma – período 2007/2008. Com base nesse objetivo verificamos se essa experiência de alfabetização levou os egressos dessa turma a permanecer lendo e escrevendo com a devida compreensão. Optou-se pela pesquisa de caráter descritivo, de natureza qualitativa, e como técnica uma entrevista semi-estruturada da qual participaram 13 alfabetizados de três turmas do Programa, que funcionaram nos bairros do Jardim das Oliveiras, do Pio XII e da Aerolândia. Foi aplicado um questionário com as educadoras dessas turmas e outro com a coordenadora pedagógica do projeto. Os resultados indicam que a experiência de alfabetização executada pela UECE não levou os alfabetizados da quinta turma a permanecer lendo e escrevendo. Isso deixou a desejar no que concerne à aquisição da leitura, escrita e noções de Aritmética e da continuidade do uso dessas habilidades no cotidiano, como também dos estudos na EJA. Ressaltam-se como positivos desse Programa “pequenos avanços” como aprender a assinar o nome e o desenvolvimento da oralidade, o que significa apropriar-se de uma nova visão de vida, fato que os levou a elevar a auto-estima. Os resultados da pesquisa sugerem que, para se buscar os caminhos ou soluções favoráveis à inclusão pela alfabetização, deve-se considerar as condições concretas de vida dos alfabetizandos e adotar medidas de seleção para os educadores no sentido de que a formação inicial, continuada e permanente destes, caminhem para a constituição de uma nova didática com profissionais comprometidos, qualificados e habilitados ao magistério na área de EJA; uma oferta que não seja de políticas compensatórias, mas uma proposta de Política de EJA capaz de romper com as práticas das antigas campanhas de caráter assistencialista, descomprometidas em relação à continuidade da escolarização e com a transformação da sociedade; uma proposta de educação que considere e respeite a diversidade como valor, que seja continuada e libertadora.pt_BR
dc.title.enPrograma Brasil Alfabetizado at UECE: literacy as a mediator of social inclusionpt_BR
Appears in Collections:POLEDUC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2010_dis_RMMoreira.pdf5,84 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.