Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/29188
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBeserra , Raquel Carine Martins-
dc.contributor.authorFarias, José Kleber Leite-
dc.date.accessioned2018-01-24T14:04:12Z-
dc.date.available2018-01-24T14:04:12Z-
dc.date.issued2012-
dc.identifier.citationFarias, J. K. L.; Beserra, R. C. M. (2012)pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/29188-
dc.descriptionFARIAS, José Kleber Leite. A ressocialização de apenados através da Educação de Jovens e Adultos na Casa de privação Provisória de Liberdade Professor Clodoaldo Pinto II (CPPLII). 2012. 56f. TCC (Especialização) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Educação, Escola de Gestão Penitenciária e Ressocialização, Curso de Especialização em Educação de Jovens e Adultos (EJA) para professores do Sistema Prisional, Fortaleza (CE), 2012.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectUnidade prisionalpt_BR
dc.subjectEducação de Jovens e Adultospt_BR
dc.subjectRessocializaçãopt_BR
dc.titleA ressocialização de apenados através da Educação de Jovens e Adultos na Casa de privação Provisória de Liberdade Professor Clodoaldo Pinto II (CPPLII)pt_BR
dc.typeTCCpt_BR
dc.description.abstract-ptbrA pesquisa apoiou-se no pressuposto teórico da ressocialização do sujeito através da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e suas implicações na vida do educando privado de liberdade, que cumpre sua pena na Unidade da Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor Clodoaldo Pinto II (CPPL II), na cidade de Itaitinga no Ceará. Discute-se as políticas públicas através da Lei de Execução Penal, de nº. 7.210/84 voltadas para essa população, destacando seus principais desafios para efetivação do direito à educação. A Educação de Jovens e Adultos também se fez presente nas discussões pela similaridade dos sujeitos que são atendidos dentro e fora das prisões. A pesquisa de campo foi realizada na acima citada Casa de Privação Provisória de Liberdade, permitindo conhecer, mesmo que parcialmente, a realidade da escola no sistema prisional. O instrumento para o levantamento dos elementos da pesquisa foi o questionário, este respondido pelos educandos, professores e gestores, que contribuíram para a construção da pesquisa. Portanto, pode-se afirmar que a educação tem contribuído na ressocialização, em grande parte, dos sujeitos que estão dentro do processo de escolarização.pt_BR
Appears in Collections:EEJAPSP - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_tcc_jklfarias.pdf431,43 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.