Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/30004
Title in Portuguese: Efeitos modulatórios do óleo de alho (allium sativum), da acupuntura e da eletroacupuntura no estresse oxidativo e na inflamação induzidos por gentamicina no rim do rato
Title: Modulatory effects of garlic oil (allium sativum), acupuncture and electroacupuncture on oxidative stress and inflammation induced by gentamicin in rat kidney
Author: Souza, Mariana Rodrigues
Advisor(s): Guimarães, Sergio Botelho
Keywords: Gentamicinas
Estresse Oxidativo
Inflamação
Acupuntura
Issue Date: 5-Feb-2016
Citation: SOUZA, M.R. Efeitos modulatórios do óleo de alho (allium sativum), da acupuntura e da eletroacupuntura no estresse oxidativo e na inflamação induzidos por gentamicina no rim do rato. 2016. 67 f. Dissertação (Mestrado Ciências Médico-Cirúrgicas) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.
Abstract in Portuguese: O aminoglicosídeo gentamicina, tem papel de destaque no tratamento de infecções graves, produzidas por bacilos Gram negativos, apesar de seu efeito tóxico. A especificidade da gentamicina para toxicidade renal está relacionada com a sua acumulação no túbulo renal proximal, causando um número de alterações morfológicas e bioquímicas em seres humanos e animais experimentais. O alho (Allium sativum), possui inúmeras atividades biológicas, tais como atividade anticancerígena, antimicrobiana, anti-hipertensiva, imunomodulatória e antioxidante.No estresse oxidativo o óleo de alho modula os níveis de antioxidantes e de peroxidação lipídica, atuando na eliminação de radicais livres. Acupuntura é uma modalidade terapêutica, originária da antiga China. A eletroacupuntura é um método terapêutico utilizado para potenciar os efeitos da acupuntura e consiste na aplicação de freqüência elétrica variável e de baixa intensidade em agulhas metálicas inseridas no corpo do animal ou ser humano. Para avaliação da atividade antioxidante e antinflamatória do óleo de alho, da acupuntura e da eletroacupuntura realizou-se um estudo prospectivo, controlado e comparativo entre ratos da linhagem Wistar submetidos aos efeitos nefrotóxicos da gentamicina. Trinta ratos machos, com 12-14 semanas de idade e peso variando de 267 a 373g, foram aleatoriamente distribuídos em cinco grupos de seis animais: G1 – CT (Controle), G2- Oleo de alho G3 - Acupuntura, G4– EAc2 (Eletroacupuntura 2 Hz), G5 – EAc100 (Eletroacupuntura 100 Hz.). Para a indução da nefrotoxicidade todos os animais receberam gentamicina (100mg/Kg ip.) durante 5 dias consecutivos. A partir do 7º dia do experimento os ratos (G2-G5) foram tratados com óleo de alho (gavagem), acupuntura e eletroacupuntura (2 100 /hz) durante 20 minutos, em dias alternados, durante 10 dias. Os ratos do G1 receberam óleo de oliva por gavagem. Amostras de sangue arterial e os rins foram coletados 48 horas após o término do experimento, sob anestesia com hidrato de cloral. Parâmetros analisados incluíram uréia e creatinina, malondialdeido, glutationa reduzida e mieloperoxidase. A seguir os ratos foram sacrificados por dose triplicada de anestésico. Os valores de uréia e creatinina nos ratos do G1 foram semelhantes aos valores normais conhecidos, sugerindo que as lesões tóxicas foram de menor intensidade em função de um curto período de aplicação. Houve aumento significante das concentrações de glutationa reduzida sérica e tecidual nos grupos G4 e G5, comparados ao controle G1. Não foram verificadas diferenças nas concentrações de malondialdeido sérico. Entretanto, houve aumento significante da concentração de malondialdeido renal, comparando-se o grupo G5 ao controle G1, sugerindo que a estimulação elétrica usando 100 Hz pode induzir aumento da peroxidação lipidica. Houve redução significante da atividade da mieloperoxidase no rim dos ratos dos grupos G4 e G5. Esses achados confirmam a atividade antiinflamatória da eletroacupuntura. Conclui-se que, neste modelo, o óleo de alho e a acupuntura não induzem efeitos protetores sobre o estresse oxidativo ou a inflamação e que a estimulação elétrica (2/100 Hz) reduz o estresse oxidativo enquanto que a eletroacupuntura 100 Hz aumenta a lipoperoxidação no tecido renal.
Abstract: The aminoglycoside gentamicin (GM) has major role in the treatment of serious infections, produced by gram-negative bacilli, despite its toxic effect. The specificity of the GM for renal toxicity is related to its accumulation in renal proximal tubule, causing a number of morphological and biochemical changes in humans and experimental animals. Garlic (Allium sativum), has many biological activities, such as anticancer, antimicrobial, antihypertensive, immunomodulatory and antioxidant activities. In the presence of oxidative stress the garlic oil (GO) modulates levels of antioxidants and lipid peroxidation, acting on elimination of free radicals.Acupuncture (Ac) is a therapeutic modality originating in ancient China. The electroacupuncture (EAc) is a therapeutic method used to potentiate the effects of acupuncture and consists of the application of low-intensity electric current and variable frequency in metallic needles inserted in the body of the animal or human being. For assessment of antioxidant and anti-inflammatory activity of GO, Ac and EAc ,a prospective, controlled and comparative study was carried out in Wistar rats submitted to the nephrotoxic effects of GM.Thirty male rats, aged from 12 to 14 weeks and weight ranging 267-373 g were randomly distributed into five groups of six animals: G1(control), G2- garlic oil, G3 Ac, G4 EAc2 (electroacupuncture 2 Hz), G5-EAc100 (electroacupuncture100 Hz). All the rats received GM (ip 100mgKg) during 5 consecutive daysfor the induction of nephrotoxicity. On the 7th day of the experiment, G3-G5 rats were treated with Ac and EAC (2hz / 100 hz) during 20 minutes, every other day, for 10 days.G1 rats were treated with olive oil by gavage. Arterial blood samples and the right kidney were collected 48 hours after the end of the experiment, under anesthesia with chloral hydrate. Parameters analyzed included blood urea and creatinine, malondialdehyde (MDA), reduced glutathione (GSH) and myeloperoxidase (MPO).Next the rats were killed by triple dose of anesthetic. G1 urea and creatinine values were similar to normal values known, suggesting that the toxic lesions were of lower intensity possibly due to a short period of induced toxicity.There was a significant increase of plasma and tissue concentrations of GSH in groups G4 and G5, compared to positive control. No differences were observed in serum MDA concentrations. In addition, there was significant increase of renal MDA, when comparing groups G5 versus G1 control, suggesting that electrical stimulation using 100 Hz can induce increased lipoperoxidation. There was significant reduction of MPO activity in the kidney of rats from groups G4 and G5. These findings confirm the anti-inflammatory activity of the EAc. It is concluded that, in this model, the OA and Ac do not induce protective effects on oxidative stress or inflammation and that the electric stimulation (2/100 Hz) reduce the oxidative stress while the EAc 100 Hz increases lipoperoxidation in kidney tissue. Keywords:Gentamicin; Oxidative stress; Inflammation; Acupuncture; Eletroacupuncture.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/30004
Appears in Collections:DCIR - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_dis_mrs.pdf587,36 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.