Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/30279
Title in Portuguese: Economia criativa no Ceará: um estudo da institucionalização do campo da música gospel
Author: Queiroz, Laane Lima
Advisor(s): Cabral, Augusto Cézar de Aquino
Keywords: Industria cultural
Gospel
Desenvolvimento institucional
Issue Date: 2012
Citation: QUEIROZ, Laane Lima. Economia criativa no Ceará: um estudo da institucionalização do campo da música gospel. 2012. 85 f. TCC (graduação em Administração) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Fortaleza-CE, 2012.
Abstract in Portuguese: O objetivo deste trabalho é analisar o processo de institucionalização da economia criativa da música gospel no Estado do Ceará, à luz de Tolbert e Zucker (1999), que apresenta o processo sendo composto de três estágios: habitualização, objetivação e sedimentação. A Teoria Institucional é uma abordagem centrada nas influências ambientais de diferentes organizações, especialmente naquelas que valorizam aspectos intangíveis, simbólicos e culturais, que compõem a economia criativa. No Ceará, a música gospel cearense se configura como um relevante campo criativo cujo processo de institucionalização se configura como objeto de estudo. Quanto aos aspectos metodológicos, a pesquisa é de natureza qualitativa; quanto as meios é classificada como bibliográfica, documental e de campo; é exploratória e descritiva, quanto aos fins. Foram realizadas entrevistas com roteiro semiestruturado com cinco atores organizacionais que compõem o campo e que foram escolhidos pelo critério de acessibilidade. Os dados coletados foram analisados de acordo com a análise de conteúdo de Bardim (2009) obedecendo cada uma das suas etapas. Os resultados da pesquisa indicam que a música gospel no Ceará tem seu contexto histórico que remonta ao ínicio do século XX, mas de forma discreta e teve nas igrejas evangélicas o principal cenário para o desenvolvimento do campo. A formação do campo musical gospel como uma atividade econômica criativa teve início a partir do estímulo de forças de mercado, aumento significativo do público evangélico no Estado, diversidade dos gêneros musicais ocorridos a partir do Movimento gospel no Brasil e maior divulgação das músicas religiosas nas mídias de massa. Nesse contexto, indivíduos e organizações estão buscando inovar e adotar arranjos e estruturas comuns, caracterizando a fase de habitualização. A partir do ano 2000, com a atuação consensual dos atores do campo, o padrão de estruturas bem sucedidas foi sendo difundido, entretanto sem nenhuma teorização. Dessa forma, conclui-se que tais características indicam que o campo criativo em estudo está entre as fases de habitualização e objetificação do seu processo de institucionalização.
Abstract: The objective of this work is to analyze the process of institutionalization of the creative economy of gospel music in the State of Ceará, in the light of Tolbert and Zucker (1999), which presents the process consisting of three stages: habitualization, objectification and sedimentation. Institutional Theory is an approach focused on environmental influences of different organizations, especially those who value intangible, symbolic and cultural aspects that make up the creative economy. In Ceará, Ceará gospel music emerges as a relevant field whose creative process of institutionalization is configured as an object of study. Regarding methodological aspects, the research is qualitative in nature, as the media is classified as bibliographic, documental and field, is exploratory and descriptive, as to the purposes. Interviews were conducted with semi-structured with five organizational actors that make up the field and who were chosen by the criterion of accessibility. The collected data were analyzed according to content analysis Bardin (2009) observing each of its steps. The survey results indicate that contemporary music in Ceará has its historical context dating back to the beginning of the twentieth century, but discreetly and in evangelical churches had the main stage for the development of the field. The formation of the gospel music field as a creative economic activity began at the encouragement of market forces, increase in the evangelical public in the state, occurring diversity of musical genres from gospel movement in Brazil and wider dissemination of religious music in the media mass. In this context, individuals and organizations are seeking to innovate and adopt common arrangements and structures, characterizing the phase habitualization. From the year 2000, with the performance of consensual actors in the field, the industry standard for being successful was widespread, though without any theorizing. Thus, we conclude that these features indicate that the creative field of study is among the phases of habitualization and objectification of its process of institutionalization.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/30279
Appears in Collections:ADMINISTRAÇÃO - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_tcc_llqueiroz.pdf1,1 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.