Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/30623
Title in Portuguese: Ensaios sobre pobreza e desigualdade nos meios urbano e rural do Brasil
Author: Sousa, Helson Gomes de
Advisor(s): Tabosa, Francisco José Silva
Keywords: Pobreza
Desigualdade
Spillover Espacial
Painel Espacial
Issue Date: 2018
Citation: SOUZA, H. G. Ensaios sobre pobreza e desigualdade nos meios urbano e rural do Brasil. 2018. 70 f. Dissertação (Mestrado em Economia Rural) - Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.
Abstract in Portuguese: O presente estudo analisa as relações entre pobreza, crescimento e desigualdade e seus efeitos nos meios urbano e rural do Brasil. Para tanto, o estudo é subdividido em dois capítulos, de modo que, no primeiro, busca-se verificar a existência de transbordamentos espaciais da pobreza nos meios urbano e rural das unidades de federação brasileiras. Além disso, a primeira parte desse estudo procura encontrar o valor da sensibilidade da pobreza nos meios urbano e rural do Brasil em relação a modificações nos níveis de crescimento econômico e desigualdade de renda, incluindo os efeitos da proximidade espacial dos estados. Nesse sentido utilizou-se uma metodologia capaz de captar o efeito vizinhança por meio da utilização de um painel de dados espaciais. Assim, foram calculadas as elasticidades renda e desigualdade da pobreza e o transbordamento espacial da pobreza referente às situações censitárias estudadas. Com o método utilizado, verificou-se que alterações no crescimento e nas desigualdades provocam transbordamentos espaciais da proporção de pobres no meio urbano, porém, esse comportamento é inexistente no meio rural brasileiro. Por meio da verificação da existência de spillovers espaciais no meio urbano, o ensaio mostra que medidas de combate à pobreza nessas áreas devem ser aplicadas nacionalmente. Já em relação ao meio rural, a inexistência de spillovers espaciais da proporção de pobres permite a aplicação de uma política pública de combate à pobreza rural, tanto no plano estadual como nacional. No segundo capítulo, demanda-se analisar os impactos do crescimento econômico e da desigualdade de renda sobre a pobreza dos meios urbano e rural dos estados brasileiros, considerando os efeitos dos níveis iniciais de desenvolvimento e desigualdade. Para tanto calculou-se as elasticidades renda e desigualdade da pobreza por meio de um painel dinâmico espacial. Dentre outras conclusões, os resultados demonstraram que a redução da pobreza ocorre de uma maneira mais intensa quando associada às reduções nos níveis de desigualdade. Concluiu-se também que uma política pública de combate à pobreza por meio do crescimento econômico ou da redução das desigualdades, aplicada ao meio urbano ou rural, obterá maiores resultados se aplicada com uma durabilidade mais extensa.
Abstract: The present study analyzes the relationship between poverty, growth and inequality and its effects on urban and rural environments in Brazil. To do so, the study is subdivided into two chapters, so that, in the first, it seeks to verify the existence of space overflows of poverty in the urban and rural areas of the Brazilian federation units. In addition, the first part of this study seeks to find the value of the sensitivity of poverty in urban and rural environments in Brazil in relation to changes in levels of economic growth and income inequality, including the effects of spatial proximity of states. In this sense a methodology was used to capture the neighborhood effect through the use of a spatial data panel. Thus, income elasticities and inequality of poverty and spatial overflow of poverty were calculated for the census situations studied. With the method used, it was verified that changes in growth and inequalities cause spatial overflows of the proportion of the poor in the urban environment, however, this behavior is non-existent in the Brazilian rural environment. By verifying the existence of spatial spillovers in the urban environment, the essay shows that measures to combat poverty in these areas should be applied nationally. Regarding the rural environment, the lack of spatial spillovers from the proportion of the poor allows the implementation of a public policy to combat rural poverty, both at the state and national levels. In the second chapter, we want to analyze the impacts of economic growth and income inequality on urban and rural poverty in the Brazilian states, considering the effects of the initial levels of development and inequality. In order to do so, the income elasticities and the inequality of poverty were calculated through a spatial dynamic panel. Among other conclusions, the results showed that poverty reduction occurs more intensely when associated with reductions in levels of inequality. It was also concluded that a public policy of combating poverty through economic growth or reduction of inequalities, applied to the urban or rural environment, will obtain greater results if applied with a longer duration.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/30623
Appears in Collections:DEA - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_dia_hgsouza.pdf441,44 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.