Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/32536
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorPereira, Ricardo Antonio de Castro-
dc.contributor.authorRabelo, Gleissa Xavier-
dc.date.accessioned2018-06-04T19:55:30Z-
dc.date.available2018-06-04T19:55:30Z-
dc.date.issued2013-
dc.identifier.citationRABELO, Gleissa Xavier. Análise dos impactos dos investimentos em infraestrutura realizados no período 2007-2010 no Brasil pelo Programa de Aceleração do Crescimento. 2013. 80 f. TCC (graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Fortaleza-CE, 2013.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/32536-
dc.description.abstractThe Growth Acceleration Program (PAC) was created by Federal Government in 2007 with the prediction of performing various measures to stimulate economic growth, but also aid in the reduction of social and regional inequalities existing and promote increase in income of the population. In this study we used data from the infrastructure investments of PAC in the input-output model to assess the impact of these investments on the product of the Brazilian economy. The results showed that, if one considers the investment disclosed by the government, evaluation of PAC is satisfactory. According to this source, the total impact on the economy was R$ 772.58 billion for an infrastructure investment of R$ 443.9 billion. However, if one considers the reservations made by the Court of Audit, the impact is much lower, R$ 351.92 billion, for an infrastructure investment of R$ 202.2 billion. Thus, it is seen that, depending on the source in question, the results are very different, since they have R$ 420.66 billion of difference at economy impact.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectDesenvolvimento econômicopt_BR
dc.subjectInfraestrutura (Economia) - Brasilpt_BR
dc.titleAnálise dos impactos dos investimentos em infraestrutura realizados no período 2007-2010 no Brasil pelo Programa de Aceleração do Crescimentopt_BR
dc.typeTCCpt_BR
dc.description.abstract-ptbrO Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) foi criado pelo Governo Federal em 2007 com a previsão de executar diversas medidas para estimular o crescimento econômico do país, mas também auxiliar na redução das desigualdades sociais e regionais existentes e promover o aumento da renda da população. Neste trabalho foram utilizados os dados provenientes dos investimentos em infraestrutura do PAC no modelo de insumo-produto para avaliar o impacto desses investimentos sobre o produto da economia brasileira. Os resultados mostraram que, se considera os investimentos divulgados pelo governo, a avaliação do PAC é satisfatória. De acordo com essa fonte, o impacto total na economia foi de R$ 772,58 bilhões para um investimento em infraestrutura de R$ 443,9 bilhões. No entanto, se forem consideradas as ressalvas apresentadas pelo Tribunal de Contas da União o impacto é bem menor, R$ 351,92 bilhões, para um investimento em infraestrutura de R$ 202,2 bilhões. Dessa forma, vê-se que, dependendo da fonte considerada, os resultados são bastante divergentes, pois apresentam R$ 420,66 bilhões de diferença no impacto obtido sobre a economia.pt_BR
Appears in Collections:CIÊNCIAS ECONÔMICAS - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_tcc_gxrabelo.pdf1,49 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.