Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3314
Título: Calidoscópio: experiências de artistas-professores como eixo para uma história do ensino de artes plásticas em Fortaleza.
Autor(es): MACHADO, Gilberto Andrade
Orientador(es): CAVALCANTE, Maria Juraci Maia
Palavras-chave: Artes Plásticas
Artista-Professor
História Oral Temática
Ensino de Arte
Arts
Artist-Teacher
Thematic Oral History
Teaching of Arts
Arte – Estudo e ensino – Fortaleza(CE)
Professores de arte – Formação – Fortaleza(CE)
Arte Brasileira – Fortaleza(CE) – Séc. XX
Data do documento: 2008
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: MACHADO, G. A. ; CAVALCANTE, M. J. M. (2008)
Resumo: Esta pesquisa tem como objetivo organizar uma história do ensino das artes plásticas em Fortaleza a partir da experiência de alguns artistas plásticos que se tornaram professores. Optamos por um recorte temporal que se inicia em 1944 com a criação da Sociedade Cearense de Artes Plásticas (SCAP), e termina em 2005 com a formatura dos primeiros artistas plásticos graduados numa instituição pública de Fortaleza. Nosso objetivo principal foi investigar o significado que os artistas plásticos conferiam às suas experiências docentes. Interessava-nos identificar alguns espaços de formação de artistas plásticos em Fortaleza; saber como esses artistas percebiam o ato de ensinar/aprender artes; como lidavam com as expectativas pessoais e familiares sobre a profissão artística, sobretudo, como outros saberes de sua práxis social e política se incorporavam à prática docente. Para alcançar tais objetivos, trabalhamos a história oral como recurso metodológico, entrevistando dez artistas cujas narrativas são o eixo principal que sustentam nossa organização historiográfica. Estas narrativas nos permitem conhecer como era a cidade no período estudado, as oportunidades socioculturais que lhes eram acessíveis e os contextos escolares nos quais os artistas se iniciaram como alunos. O desejo por uma escola de formação profissionalizante para artistas plásticos em Fortaleza foi acalentado por várias gerações desde a década de 1950, e se consolidou no início dos anos 2000. Nesse ínterim, várias tentativas de escola foram alocadas em instituições públicas e privadas com a participação de artistas mais experientes que discutiam um modelo de ensino de arte. Constatamos que o desafio atual para as escolas de artes plásticas é definir rumos para a formação do artista, nos quais a profissionalização via educação não seja compulsória. Para isso é fundamental que o artista plástico que deseja ser professor seja orientado para produzir reflexões mais consistentes sobre suas experiências estéticas. Saber articular tais experiências com os gerentes, coordenadores e demais professores da escola formal, talvez seja o maior desafio para o artista que se propõe a ser professor.
Abstract: The objective of this paper is to trace the history of the teaching of plastic arts in Fortaleza, taking into account the experience of some plastic artists who became teachers. We have opted for a time span which starts with the creation of the Plastic Arts Society of Ceará (SCAP), and ends in 2005 with the graduation of the first plastic artists from a public institution in Fortaleza. Our main goal was to investigate the meaning the plastic artists conferred to their teaching experience. It was our interest to identify some of the venues for the vocational training of plastic artists in Fortaleza; to learn how these artists perceived the act of teaching/learning arts; how they dealt with family and personal expectations on the artistic career, especially, how other knowledge of his social and political practice have incorporated to the teaching activity. In order to reach such objectives, we made use of oral history as a methodological resource by interviewing ten artists whose narratives are the main axis that support our historiographic organization. These narratives allow us to know how the cities were in the period of study, the social-cultural opportunities to which they had access and the school context when the artists started as students. The eager wish for a career training school for plastic artists in Fortaleza has been suppressed for several generations since the 1950´s, but it has been carried out in the early 2000´s. In the meantime, several attempts for a school have been allocated in public and private institutions, with the participation of the most experienced artists who discussed a model for teaching arts. We got to the conclusion that the present challenge for the plastic arts schools is to set goals for the training of an artist, where the career through education is not compulsory. For this, it is essential that the plastic artist who wishes to become a teacher be guided to produce more consistent reflection on his aesthetic experience. Knowing how to articulate with managers, coordinators and other teachers at the formal school, perhaps is the greatest challenge for the artist who proposes to be a teacher.
Descrição: MACHADO, Gilberto Andrade. Calidoscópio: experiências de artistas-professores como eixo para uma história do ensino de artes plásticas em Fortaleza. 2008. 169 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, Fortaleza-CE, 2008.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3314
Aparece nas coleções:PPGEB - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2008_Tese_GAMachado.pdf4,7 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.