Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3340
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBezerra, José Arimatéa Barros-
dc.contributor.authorCortonesi, Leandro Masuda-
dc.date.accessioned2012-07-19T14:04:47Z-
dc.date.available2012-07-19T14:04:47Z-
dc.date.issued2011-
dc.identifier.citationCORTONESI, Leandro Masuda. Bioenergia oriental e educação física. 2011. 151 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Educação, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza-CE, 2011.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3340-
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherhttp://www.teses.ufc.brpt_BR
dc.subjectBioenergia Orientalpt_BR
dc.subjectTaopt_BR
dc.subjectYinpt_BR
dc.subjectYangpt_BR
dc.subjectKipt_BR
dc.subjectEducação Físicapt_BR
dc.subjectCurrículopt_BR
dc.subjectHadopt_BR
dc.subjectBioenergéticapt_BR
dc.subjectFilosofia orientalpt_BR
dc.subjectTeoria do conhecimentopt_BR
dc.subjectCorpo e mentept_BR
dc.subjectEducação física – Estudo e ensino (Superior)pt_BR
dc.subjectEducação física – Brasil – Currículospt_BR
dc.subjectYin-yangpt_BR
dc.subjectEducação física – Brasil – Currículospt_BR
dc.titleBioenergia Oriental e Educação Físicapt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.description.abstract-ptbrPesquisa sobre Bioenergia Oriental e suas possíveis relações com os cursos superiores de Educação Física. A tese busca a inclusão de conceitos relacionados à visão oriental da Bioenergia nos currículos dos cursos superiores de Educação Física, buscando contribuir com a percepção de corpo/mente como indissociáveis. A introdução apresenta um breve percurso pessoal de envolvimento do autor com o tema. O capítulo I fornece esclarecimentos acerca das diferenças iniciais sobre Bioenergia Ocidental e Oriental, para então ingressar em análise epistemológica ocidental. Esta análise trata do nascimento da ciência grega, problemas da medievalidade, do método cartesiano com ênfase no divórcio entre corpo e mente, e de alguns sérios problemas ainda não resolvidos: os problemas da hipótese, do controle das variáveis e da indução. O capítulo se finda com possibilidades curriculares da Educação Física. O capítulo II apresenta a epistemologia oriental, levantando as noções sobre a ciência do Extremo Oriente, e abordando os conceitos de Tao, Yin e Yang, para posteriormente ingressar no cerne da Bioenergia Oriental: o conceito de Ki. A partir do Ki, aborda-se o teste manual do círculo de energia, que é uma forma direta de analisar diminuições locais de Ki; explica-se a Teoria dos Meridianos e suas possibilidades de atuação prática, visto que a mesma serve de base para diversas terapias, como a acupuntura e shiatsu; e apresenta-se as relações da Bioenergia com a respiração, como as realizadas na arte-marcial Hapkido, uma respiração que estimula o Ki, aquecendo e energizando o organismo. Posteriormente são apresentados os estudos realizados com a energia Hado. Por fim, apresenta dificuldades epistemológicas e algumas possibilidades para a Educação Física em busca desta conexão perdida entre corpo-mente.pt_BR
Appears in Collections:PPGEB - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011_Tese_LMCortonesi.pdf3,22 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.