Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/33997
Title in Portuguese: Dinâmicas de curto e de longo prazo na indústria da região sul do Brasil
Author: Alencar, Andressa Paiva de
Advisor(s): Arruda, Elano Ferreira
Keywords: Desenvolvimento econômico
Organização industrial (Teoria econômica) - Brasil, Sul
Indústrias
Issue Date: 2016
Citation: ALENCAR, Andressa Paiva de. Dinâmicas de curto e de longo prazo na indústria da região sul do Brasil. 2016. 31 f. TCC (graduação em Finanças) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Fortaleza/CE, 2016.
Abstract in Portuguese: O estudo analisa as dinâmicas de curto e de longo prazo da indústria da região Sul do Brasil utilizando dados mensais entre janeiro de 1995 e fevereiro de 2014 e vetores de correção de erros (VEC). As elasticidades em longo prazo indicam que aumentos da ordem de 1% na produção industrial do estado do Rio Grande do Sul impactam positivamente em 3,12% e 1,71% a indústria dos estados do Paraná e de Santa Catarina, respectivamente. Aumentando-se em 1% a atividade industrial paranaense, observam-se respostas positivas no Rio Grande do Sul, 0,31%, e negativas em 0,55% sobre o estado de Santa Catarina. Em condições semelhantes, se o aumento ocorrer em Santa Catarina, observa-se uma retração de 1.82% na indústria paranaense e uma expansão de 0,58% na dinâmica industrial do Rio Grande do Sul. Portanto, o estado do Rio Grande do Sul parece produzir maiores efeitos de aglomeração para a região Sul, enquanto que Paraná e Santa Catarina parecem rivalizar entre si.
Abstract: This work analyzes the short and long-term dynamics of the industry in the Southern region of Brazil using monthly data from January 1995 to February 2014 and vector error correction models (VEC). The long-term elasticities indicate that increases of 1% in the industrial production of the state of Rio Grande do Sul reverberate positively in 3,12% and 1,71% on the states of Paraná and Santa Catarina, respectively. Adding 1% to the industrial activity of the state of Paraná, a positive effect can be observed on Rio Grande do Sul, of 0,31%, and a negative effect of 0,55% in the state of Santa Catarina. In the same conditions, if the increase occurs in Santa Catarina, there was a decrease of 1,82% in the industrial activity of Paraná and an expansion of 0,58% in the industrial dynamics of Rio Grande do Sul. Therefore, the State of Rio Grande do Sul seems to produce greater effects of agglomeration for the Southern region, while Paraná and Santa Catarina seem to rival each other.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/33997
Appears in Collections:FINANÇAS - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_tcc_ apalencar.pdf574,53 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.