Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34072
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorAssumpção, Pablo-
dc.contributor.authorNeves, Galciani-
dc.date.accessioned2018-07-18T12:48:04Z-
dc.date.available2018-07-18T12:48:04Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.citationASSUMPÇÃO, Pablo; NEVES, Galciani. Editorial. Revista Vazantes, Fortaleza, v. 2, n. 1, p. 1- 4, 2018.pt_BR
dc.identifier.issn2594-5491-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34072-
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectEscritapt_BR
dc.subjectConceitospt_BR
dc.subjectRadicalismopt_BR
dc.titleEditorialpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.abstract-ptbrEm uma carta escrita a Antonin Artaud, fragmento de sua correspondência fabulatória publicada nesta edição da Vazantes, a pesquisadora, professora e escritora brasileira Ana Kiffer refere-se à copiosa produção textual deste indispensável pensador francês como uma “intensidade escriturária” que convoca e sustenta os “estados-limite da criação” que ele posteriormente viria a chamar de corpo sem órgãos. A escrita em Artaud não foi, não poderia jamais ter sido, uma máquina de representação, mas sim e necessariamente uma operação material, uma conjuração. Essa intensidade escriturária, que depois ajudou a gestar alguns dos pensamentos e conceitos mais radicais e transformadores da filosofia ocidental do século XX, desloca “a escrita” de uma vez por todas do regime linguístico para o corpóreo, criando consequências e possibilidades epistemológicas inéditas para a pesquisa em artes. [...]pt_BR
Appears in Collections:PPGARTES - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_art_passumpçãogneves.pdf52,61 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.