Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3431
Título: Nos domínios de Eros: o Simbolismo Singular de Gilka Machado
Título em inglês: Inside the domains of Eros: the Particular Symbolism of Gilka Machado
Autor(es): Nunes, Fernanda Cardoso
Orientador(es): Azevedo, Rafael Sânzio de
Palavras-chave: Literatura Brasileira
Machado,Gilka,1893-1980 - Crítica e Interpretação
Machado,Gilka,1893-1980 - Simbolismo
Machado,Gilka,1893-1980 - Visão Política e Social
Erotismo na Literatura
Mulheres e Literatura
Poesia Brasileira - Aspectos Sociais - Séc. XX
Data do documento: 2007
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: NUNES, F. C. ; AZEVEDO, R. S. (2007)
Resumo: O início do século XX encontraria a literatura brasileira numa fase de fecundas transições em que diversas correntes literárias, dentre elas o Simbolismo, conviviam juntas oscilando entre a tradição e a renovação. A obra da poetisa carioca Gilka Machado (1893-1980) surgiria em meio a essas transformações e provocaria escândalo de público e de crítica. Seus primeiros livros, Cristais partidos (1915) e Estados de alma (1917), revolucionaram a poesia de autoria feminina no Brasil. Versos plenos de um erotismo ao mesmo tempo sensual e transcendente que chocaram a época por transgredirem o papel social convencionado à mulher enquanto escritora. Tal transgressão relegou-a a uma condição de marginalidade e ao ostracismo. Visando provocar o reinteresse pela obra de uma escritora que já foi aclamada como uma das maiores em nossa literatura, tentaremos analisar alguns aspectos de sua obra que demonstram a grande originalidade de seus versos e o pioneirismo com que aborda certas questões até então consideradas tabus. Procurando situá-la dentro da história literária brasileira, analisamos, num primeiro momento, a sua relação com o movimento simbolista e sua permanência dentro do período sincretista que se segue. Além disso, investigamos a sua participação no grupo modernista em torno da revista Festa. Sendo a sua poética portadora de reflexos do social no literário, denunciando mesmo a posição desfavorecida da mulher na sociedade da época, observamos, através de textos que analisam tanto essa condição quanto o processo lento e gradativo que muitas tiveram de enfrentar para adentrar o campo da prática literária, que a poetisa ultrapassa os limites impostos pela ideologia dominante e provoca uma reavaliação do papel do feminino na literatura e na sociedade, o que lhe renderia duras represálias. Procedemos, portanto, a uma revisão da crítica literária acerca de sua obra. Num terceiro momento, analisamos como se processa o fenômeno erótico na sua poesia, conferindo-lhe uma posição singular dentro do Simbolismo brasileiro. Investigamos como a escrita do corpo, até então interdita `as mulheres que se dedicavam à literatura, constituirá traço definidor e inovador dentro do seu fazer poético, representando uma força integradora que permeará os seus versos e seguirá várias direções, seja o corpo amado, a Natureza ou as classes menos favorecidas com quem se solidariza. Esperamos contribuir para a redescoberta e o resgate dessa poetisa que rompeu com padrões estabelecidos e ousou cantar o seu corpo com toda a plenitude e liberdade.
Abstract: The beginning of the 20th Century found Brazilian literature inside a changing stage where several literary aesthetic, including Symbolism, were living together varying between the tradition and the renovation. The work of Gilka Machado (1893-1980) arises in this changing stage and it provoked public and criticism scandals. Her first books, Cristais partidos (Broken crystals) (1915) and Estados de alma (States of mind) (1917), revolutionized Brazilian feminine poetry. Her verses were full of a transcendent and sensual erotism that shocked her epoch because they broke the conventional women’s social profile. It made her an unknown poet. Aiming to rediscover a poet who was acclaimed as the best Brazilian feminine poet, we will try to analize her work’s aspects wich made her pioneerism and originality. At a first moment, we will try to place her work inside the Brazilian literature history and her link with the Symbolism and the Syncretic literary period. Besides, we investigate her participation in Festa magazine literary group. After this, we analize her link with the historical-cultural context. Her poetry denounced the Brazilian women unfavorable conditions and the slow process carried out by other women writers who aimed to write at that epoch. Gilka Machado exceeds the social and cultural limits and brings about a re-evaluation of the women’s role in Brazilian literature and society. She suffered reprisal due of her daring. In order to verificate how this repression affected her work, we proceed a criticism revision. In a third moment, we analize the erotic phenomenon in her work and how this phenomenon awards her a singular part in the Brazilian Symbolism. We investigate how the erotic writing, until this moment forbidden to women writers, will be a definiting and inovating characteristic of her poetry. It represents her poetry integrating force and it will follow several directions: the Nature, the lover body and the lower classes. We aim to help rediscovering and rescuing this poet that broke established social and literary rules and dared to sing her own body with freedom.
Descrição: NUNES, Fernanda Cardoso. Nos domínios de Eros: o simbolismo singular de Gilka Machado. 2007. 134 f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Literatura, Programa de Pós-Graduação em Letras, Fortaleza-CE, 2007.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3431
Aparece nas coleções:PPGLE- Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2007_DIS_FCNUNES.pdf816,25 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.