Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34581
Título: Extensão pesqueira para a conservação de tartarugas marinhas em Fortaleza e região metropolitana (cp.2016.pj.0179)
Autor(es): Santos, Amanda Lima dos
Silva, Hayres da Costa Holanda
Santos, Rita de Cássia de Sena dos
Rufino, Lucas Alves
Oliveira, Fernando Pablo Silva de
Cesar, José Renato de Oliveira
Palavras-chave: Educação ambiental
Cogestão pesqueira
Tartarugas marinhas
Data do documento: 2016
Citação: SANTOS, A. L. d.; SILVA, H. d. C. H.; SANTOS, R. d. C. d. S. d.; RUFINO, L. A.; OLIVEIRA, F. P. S. d.; CESAR, J. R. d. O. (2016)
Resumo: Das sete espécies de tartarugas marinhas existentes no mundo, cinco são encontradas no Brasil. Todas estão na lista vermelha de espécies ameaçadas. O objetivo do presente trabalho foi estudar a ocorrência de tartarugas marinhas no litoral de Fortaleza e região metropolitana por meio da análise de relatos de pescadores e moradores. Os relatos descreveram encalhes de animais vivos e mortos além de fêmeas que subiram as praias para desovar. Dentre os animais que encalhavam, era notória a interação destes com a pesca intencional, acidental e principalmente a "pesca fantasma". Estas interações foram evidenciadas por vestígios de redes nas quais os animais se emalhavam, lesões provenientes de choques com hélices de embarcações, cascos deixados na praia após a remoção da carne, além de vestígios e cicatrizes de anzóis pelo corpo do animal. Foram observados casos de intoxicação e doenças causadas pela poluição do ambiente marinho. A partir destes registros foram feitas diversas observações em campo desde o ano de 2014 em parceria com o grupo de estudos e articulações sobre tartarugas marinhas - gtar/verdeluz. Durante o ano de 2016 e após a confirmação do presente projeto como ação extensionista (cogestão pesqueira), passaram a ser realizadas ações de educação ambiental visando à sensibilização das comunidades litorâneas sobre a problemática citada. Dentre as ações realizadas, destacam-se as de Limpeza de Praias, Palestras, Filmes e Monitoramentos de cunho ambiental visando a efetiva execução de ações que levem à conservação deste animais aumentando assim o número de registros de adultos, de ninhos e a proteção de neonatos. Podemos concluir que o sucesso desta ação de extensão só foi possível graças às parcerias firmadas com as comunidades costeiras que forneceram os dados analisados.
Descrição: SANTOS, Amanda Lima dos et al. Extensão pesqueira para a conservação de tartarugas marinhas em Fortaleza e região metropolitana (cp.2016.pj.0179). Revista Encontros Universitários da UFC, Fortaleza, v. 1, n. 1, 2016. (Encontro de Extensão, 25)
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34581
Aparece nas coleções:ENEX - Resumo de trabalhos apresentados em eventos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_resumo_eve_alsantos.pdf51,28 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.