Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/35457
Title in Portuguese: A fruticultura cearense: uma análise das exportações de 2005 a 2015
Author: Carneiro, Marcelo Sobreira
Advisor(s): Lemos, José de Jesus Sousa
Keywords: Exportação
Frutas - Cultivo - Ceará
Issue Date: 2016
Citation: CARNEIRO, Marcelo Sobreira. A fruticultura cearense: uma análise das exportações de 2005 a 2015. 2016. 40 f. TCC (graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Fortaleza/CE, 2016.
Abstract in Portuguese: O presente trabalho analisa o comportamento das exportações da fruticultura cearense no período de 2005 a 2015. O estudo se baseia no cálculo das taxas geométricas de crescimento (TGC), para o volume e valor exportado dos principais itens produzidos, além da utilização da análise tabular e gráfica. Os dados secundários utilizados foram obtidos junto a SECEX, IPECE, IPEADATA, IBGE e Banco Central do Brasil. No que tange a quantidade, os resultados encontrados mostram que a exportação da fruticultura cearense variou muito no período, e que os principais gêneros da pauta foram o melão e o caju, em terceiro lugar vem a banana. A aferição da TGC apresentou resultado positivo para a banana (31,1%) e o mamão (24,3%), o caju apresentou uma queda de (11,2%), ocupando o segundo lugar na pauta de exportações da fruticultura. O melão obteve uma taxa de crescimento de (6,4%). No quesito valor exportado os dados demonstram que as exportações do setor vêm numa tendência de queda. O melão e caju se apresentam como os principais itens da pauta, respondendo por mais de 88% do valor exportado no período analisado. Quanto as taxas geométricas de crescimento encontradas, destacam-se com valores positivos a banana (21,1%) e o mamão (20,2%), já o caju apresentou queda de (10,3%) item que agrega mais valor à pauta de exportações. O melão obteve uma taxa de crescimento de (5,1%). A consequência direta desses resultados é a queda no valor agregado à economia cearense pelo setor.
Abstract: This paper analyzes the behavior of exports of fruit-growing cearense from 2005 to 2015. The study is based on calculation of geometric rates of growth (TGC) to the volume and value of exports of the main items produced in addition to the use of tabular analysis and graphic. Secondary data were obtained from SECEX, IPECE, IPEADATA, IBGE and Central Bank of Brazil. With respect to quantity, the results show that the export of fruit-growing cearense varied widely in the period, and that the main genres of the agenda were the melon and cashew, third comes the banana. Gauging the GCT was positive for banana (31.1%) and papaya (24.3%), cashew was down (11.2%), ranking second in the export of fruit. Melon obtained a growth rate (6.4%). On the issue of export value data show that exports of the sector have a downward trend. The melon and cashew are presented as the main items on the agenda, accounting for over 88% of export value during the period. The geometric growth rates found, stand out with positive values bananas (21.1%) and papaya (20.2%), as cashews decreased (10.3%) item that adds more value to export basket. Melon obtained a growth rate (5.1%). The direct consequence of these results is the decline in value to Cearense economy by sector.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/35457
Appears in Collections:CIÊNCIAS ECONÔMICAS - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_tcc_mscarneiro.pdf710,68 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.