Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/35463
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCarvalho Júnior, José Raimundo de Araújo-
dc.contributor.authorSoares, Sara Parente Ferreira-
dc.date.accessioned2018-09-04T18:09:55Z-
dc.date.available2018-09-04T18:09:55Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.citationSOARES, Sara Parente Ferreira. A influência de fatores macroeconômicos na violência contra a mulher. 2016. 44 f. TCC (graduação em Ciências Econômicas) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Fortaleza/CE, 2016.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/35463-
dc.description.abstractTo realize this study, a data base was created using data from 2009 to 2013 of all diferents Brazilian’s states (and Distrito Federal). The data was collected on the websites of Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEAdata) and from Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD). The point of this study is to investigate the relationship between macroeconomic factors and violence against women at Brazilian’s states. The data that was used in this job showed that when income’s unequality grows, the propensity of violence is higher. And when GDPpercapita grows, less is the propensity of violence, but that this just happens by certain point. The unemployment’s rate showed differents results depending if it is male’s unemployment, female’s unemployment or general unemployment. In case of male’s and female’s unemployment, violence against women tends to raise. But at the case of general unemployment, violence tends to decrease. This is a curious result that can be interpretated as brazilian’s families get more united in times of unemployment.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectDesenvolvimento econômicopt_BR
dc.subjectPobrezapt_BR
dc.subjectViolência contra as mulheres - Brasilpt_BR
dc.titleA influência de fatores macroeconômicos na violência contra a mulherpt_BR
dc.typeTCCpt_BR
dc.description.abstract-ptbrPra realizar esse estudo criou-se uma base de dados referente aos anos de 2009 à 2013 das diferentes unidades federativas brasileiras. Os dados foram coletados nos sites do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEAdata) e da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD). Esses dados foram estimados utilizando modelos de dados em painel. O objetivo desse estudo era investigar a relação entre fatores macroeconômicos e a violência contra a mulher nos estados brasileiros. Os dados utilizados neste trabalho atestaram que quanto maior a desigualdade de renda, maior a propensão à violência. Que quanto maior o PIBpercapita, menor é a propensão à violência, mas que isso só ocorre à partir de certo ponto. Enquanto a taxa de desocupação gerou resultados diferentes dependendo do desemprego ser masculino, feminino, ou geral. Caso o desemprego seja apenas masculino ou feminino, a violência contra a mulher tende a aumentar. Caso o desemprego seja geral, a violência tende a diminuir. Um resultado curioso que pode ser interpretado pelo fato das famílias brasileiras se unirem em épocas de desemprego.pt_BR
Appears in Collections:CIÊNCIAS ECONÔMICAS - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_tcc_spfsoares.pdf259,35 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.