Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/35912
Title in Portuguese: O aumento de recursos versus aperfeiçoamento da gestão na saúde pública: a saúde é problema de gestão ou de recursos?
Author: Rocha, Emerson de Castro Sousa
Advisor(s): Oliveira, Talyta Eduardo
Keywords: Gestão
Saúde pública
Issue Date: 2016
Citation: ROCHA, Emerson de Castro Sousa. O aumento de recursos versus aperfeiçoamento da gestão na saúde pública: a saúde é problema de gestão ou de recursos?. 2016. 56 f. Trabalho de Conclusão de Curso (graduação em Administração em Gestão Pública - EaD ) - Instituto Universidade Virtual, Universidade Federal do Ceará, Camocim, 2016.
Abstract in Portuguese: A Constituição Federal assegura a todos os cidadãos brasileiros ou residentes no País o direito à saúde. Esse direito é garantido pelo Poder Público nas esferas federal, estadual e municipal, por meio de políticas voltadas para diminuir o risco de doenças e que possibilitem a implementação de ações e serviços de promoção, proteção e recuperação da saúde. A problemática aqui abordada será de grande auxílio para a explicação do tema. A saúde é problema de gestão ou de recursos? A escolha do tema: O aumento de recursos versus aperfeiçoamento da gestão na Saúde Pública se teve a partir da necessidade de entender melhor o problema da saúde pública no Brasil, através de pesquisas relacionadas ao tema pôde-se observar que o fator principal da falha aqui mencionada deve-se a má gestão muito mais do que a de recursos financeiros. Este trabalho tem por objetivo geral analisar qual o problema existente na saúde pública brasileira. A União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios compartilham as responsabilidades de promover a articulação e a interação dentro do Sistema Único de Saúde – SUS, assegurando o acesso universal e igualitário às ações e serviços de saúde. O SUS é um sistema de saúde, regionalizado e hierarquizado, que integra o conjunto das ações de saúde da União, Estados, Distrito Federal e Municípios, onde cada parte cumpre funções e competências específicas, porém articuladas entre si, o que caracteriza os níveis de gestão do SUS nas três esferas governamentais. A metodologia aqui utilizada caracterizou-se por abordagem qualitativa e quantitativa, através de pesquisa descritiva bibliográfica, fazendo uma correlação entre a história e o atual Sistema Único de Saúde, por meio de artigos publicados, em maior parte na internet e entrevista com usuários, gestores e profissionais que atuam no SUS. Justifica-se este trabalho constatando que diante das pesquisas feitas, há recursos financeiros suficientes, e o que realmente falta é uma gestão comprometida com os interesses das organizações. Planejar recursos humanos significa incluir essa temática no planejamento dos órgãos federais, estaduais e municipais e trazer para os fóruns de decisão política do SUS questões estratégicas como: o financiamento dirigido à contratação e manutenção da força de trabalho; a qualificação dos trabalhadores e os programas de proteção à sua saúde, dando também atenção especial a um processo de modernização necessária aos sistemas que organizam essas questões, para tornar ágil e transparente as ações realizadas; e a comunicação com trabalhadores e demais órgãos dos sistemas federais, estaduais ou municipais que interagem com essas políticas.
Abstract: The Federal Constitution guarantees to all Brazilian citizens or residents in the country the right to health. This right is guaranteed by the government at the federal, state and municipal, through policies to reduce the risk of disease and to enable implementation of actions and promotion, protection and recovery of health. The issues addressed here will be of great assistance to the theme of explanation. Health is management problem or resource? The choice theme: The increase in resources versus improvement of management in Public Health is had from the need to better understand the problem of public health in Brazil, through related research it was observed that the main factor of failure here mentioned due to mismanagement more than financial resources. This work has the objective to analyze what the problem existing in the Brazilian public health. The Union, the states, the Federal District and the municipalities share the responsibility of promoting the coordination and interaction within the Unified Health System - SUS, ensuring universal and equal access to actions and health services. SUS is a health system, regionalized and hierarchical, which integrates all the health activities of the Union, States, Federal District and municipalities, where each part meets specific duties and powers, but interlinked, which characterizes levels NHS management in the three spheres of government. The methodology used here was characterized by qualitative and quantitative approach, through literature descriptive, making a correlation between the history and the current Health System, through published articles, mostly on the Internet and interviews with users, managers and professionals working in the NHS. Justified this work noting that before the research done, there are sufficient financial resources, and what we really lack is a management committed to the interests of organizations. Planning human resources means include this issue in the planning of federal, state and municipal agencies and bring to strategic issues SUS policy decision-making forums such as the funding directed to the hiring and retention of the workforce; the qualification of workers and the protection of their health programs, also giving special attention to a modernization process necessary to systems that organize these issues, to make agile and transparent actions taken; and communication with workers and other agencies of the federal, state or municipal systems that interact with these policies.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/35912
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:ADMINISTRAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA (EaD) - Monografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_tcc_ecsrocha.pdf627,64 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.