Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/36535
Title in Portuguese: Qualidade de vida e nível de atividade física de professores de educação física de escolas públicas municipais de fortaleza
Author: Medeiros, Ney Eder Silva
Advisor(s): Gonzalez, Ricardo Hugo
Keywords: Qualidade de Vida
Atividade Física
Professores de Educação Física
Issue Date: 2017
Citation: MEDEIROS, N. E. S. (2017)
Abstract in Portuguese: A qualidade de vida é um conceito de definição abrangente, trazendo em si uma gama de valores individuais e subjetivos. Ela vem sendo definida como a percepção individual sobre a vida e o nível de satisfação com ela. O objetivo central foi verificar a percepção de qualidade de vida de professores de Educação Física de Escolas Públicas Municipais de Fortaleza e o nível de atividade física desses profissionais do magistério. Trata-se de um estudo transversal. Para a percepção sobre a qualidade de vida adotou-se o WHOQOL-bref e para avaliar o nível de atividade física utilizouse o Questionário Internacional de Atividade Física - IPAQ – versão curta. A amostra foi composta de 42 professores, selecionados aleatoriamente em escolas municipais de Fortaleza. Realizou-se uma análise descritiva, média e desvio padrão no pacote estatístico SPSS for Windows. Os resultados revelaram que 59,5%, dos professores são homens, com idades que variam entre 31 e 40 anos e metade deles são casados. 90,5% possui pós-graduação, 33,3% tem até 5 anos de serviço, 71,4% trabalha entre 20 e 40 horas semanais e mais da metade dos docentes estão satisfeitos com seus vencimentos. Na qualidade de vida geral 54,8% deles têm boa percepção da sua qualidade de vida e 52,3% estão satisfeitos com a saúde. O domínio psicológico foi o que mais se destacou e o do meio ambiente o que obteve menor média. Em relação ao nível de atividade física, 54,7% dos professores são ativos, mas 23,8% desses são inativos. Na correlação entre as variáveis sociodemográficas e a qualidade de vida, observou-se uma significância entre as faixas etárias, no domínio físico. Na relação dessas variáveis com o nível de atividade física não observou-se diferença significativa. Conclui-se que a percepção de qualidade de vida dos professores é positiva. Quanto ao nível de atividade física, eles foram considerados ativos, embora 23,8% foram considerados inativos. Sugerese a realização de novos estudos ampliando o tamanho da amostra, utilizando outros instrumentos, assim como estabelecendo relações entre o nível de atividade física e a qualidade de vida, para que se possa ampliar os resultados e aprofundar melhor a discussão sobre o tema.
Abstract: Quality of life is a concept with comprehensive definition, full of individual and subjective values. It has been defined as the individual's perception of life and the level of satisfaction with it. The main objective of this study was to verify the quality of life perception of Physical Education teachers of the Fortaleza Municipal Public schools and their level of physical activity. This is a cross-sectional study. To evaluate the perception about the quality of life, was used the WHOQOL-bref, and The International Physical Activity Questionnaire - IPAQ - short version to evaluate the physical activity. The sample was composed of 42 teachers, randomly selected from Fortaleza municipal schools. Was performed a descriptive, by mean and standard deviation analysis on the statistical package SPSS for Windows. The results revealed that 59.5% of the teachers are men, ranging in age from 31 to 40 and half of them married. 90.5% have postgraduate degrees, 33.3% have up to 5 years of service, 71.4% work between 20 and 40 hours a week and more than half of the teachers are satisfied with their salaries. In general quality of life, 54.8% of them have a good perception of their quality of life and 52.3% are satisfied with their health. The psychological domain was the one that stood out the most and the one of the environment which obtained lower average. Regarding the level of physical activity, 54.7% of the teachers are active, but 23.8% of these are inactive. In the correlation between the sociodemographic variables and the quality of life, a significant difference was observed between the age groups in the physical domain. The relationship between these variables and the level of physical activity did not show a significant difference. It is concluded that the teachers' perception of quality of life is positive. Regarding the level of physical activity, they were considered active, although 23.8% were considered inactive. It is suggested to carry out new studies by expanding the sample size, using other instruments, as well as establishing relationships between the level of physical activity and quality of life, so that the results can be broadened and the discussion on the topic can be better explored.
Description: MEDEIROS, Ney Eder Silva. Qualidade de vida e nível de atividade física de professores de educação física de escolas públicas municipais de fortaleza. 2017. 62 f. Monografia (Graduação em Educação física)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/36535
Appears in Collections:EDUCAÇÃO FÍSICA - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_tcc_nesmedeiros.pdf1,2 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.