Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/36779
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSoares, Ismail-
dc.contributor.authorRocha, Joyce Cristine Silva-
dc.date.accessioned2018-10-30T10:50:58Z-
dc.date.available2018-10-30T10:50:58Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.citationROCHA, J. C. S. (2016)pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/36779-
dc.descriptionROCHA, Joyce Cristine Silva. Nutrição mineral e aspectos morfológicos do tomateiro cereja sob redução da disponibilidade de macronutrientes. 2016. 42 f. Monografia (Graduação em Agronomia)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.pt_BR
dc.description.abstractAspects related to tomato mineral nutrition are important for the production of quality fruits. Particularly for the cherry tomato group (Solonum Lycopersicon var. Cerasiforme), cv. Carolina, information on nutrition and fertilization for soilless cultivation in substrates are very insipient. This work was conducted to characterize the visible symptoms of nutritional deficiency of macronutrients in cherry tomato crop, cv. Carolina, as well as the influence of these deficiencies in the mineral composition of leaves, plant growth and fruit production. The experiment was conducted in unprotected environment at the Center for Teaching and Research in Urban Agriculture-NEPAU, of the Federal University of Ceará, Fortaleza, Brazil, in a completely randomized design, with seven treatments: complete nutrient solution and individual omissions of N, P, K, Ca, Mg, S, with five replications. Each experimental unit was represented by a 10 liter spot containing as a substrate a mixture of coconut powder and not carbonized rice hull, in a 2:1 ratio, based on volume. The first symptoms of deficiencies occurred in plants submitted to the omission of N, followed by P and K. Visible symptoms of deficiencies of Ca, Mg and S were not observed. It was observed that the omission of nutrients influenced both the content of the omitted elements as those of other nutrients in the leaves. N and P deficiencies were the ones that most affected the growth and production of plants, compared to the other treatments. We conclude, by the severity of symptoms of nutrient deficiency, that the cherry tomato is very demanding on N and P.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectTomateiropt_BR
dc.subjectHidroponiapt_BR
dc.subjectSubstratopt_BR
dc.subjectElemento faltantept_BR
dc.subjectDiagnose visualpt_BR
dc.titleNutrição mineral e aspectos morfológicos do tomateiro cereja sob redução da disponibilidade de macronutrientespt_BR
dc.typeTCCpt_BR
dc.description.abstract-ptbrAspectos relacionados à nutrição mineral do tomateiro são importantes para a produção de frutos de qualidade. No caso específico do tomate do grupo cereja (Solonum Lycopersicum var. Cerasiforme), cv. Carolina, informações sobre nutrição e adubação em cultivos em substratos são muito insipientes. Assim, este trabalho foi realizado com objetivo de caracterizar os sintomas visíveis de deficiência nutricional dos macronutrientes na cultura do tomateiro do grupo cereja, cv. Carolina, bem como, a influência das deficiências na composição mineral das folhas e no crescimento da planta. O experimento foi conduzido em ambiente não protegido no Núcleo de Ensino e Pesquisa em Agricultura Urbana-NEPAU, Campus Pici, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza - CE, em delineamento inteiramente casualizado, com sete tratamentos: solução nutritiva completa e omissões individuais de N, P, K, Ca, Mg e S, com cinco repetições. Cada unidade experimental foi representada por uma planta em um vaso de dez litros de capacidade, contendo como substrato uma mistura de pó de coco e casca de arroz não carbonizada, na proporção de 2:1, respectivamente, com base em volume. Os primeiros sintomas de deficiência ocorreram nas plantas submetidas à omissão de N, seguidas pelo P e K. Sintomas visíveis de deficiência de Ca, Mg e S não foram observados nas plantas. Observou-se que a omissão dos nutrientes influenciou tanto o teor dos elementos omitidos quanto aos dos demais nutrientes nas folhas. As deficiências de N e P foram as que mais afetaram o crescimento e produção das plantas, em comparação aos demais tratamentos. Conclui-se, pela severidade dos sintomas de deficiência, que o tomate cereja é muito exigente em N e P.pt_BR
Appears in Collections:AGRONOMIA - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_tcc_jcsrocha.pdf641,91 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.