Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/36788
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSantos, Walberto Silva dos-
dc.contributor.authorGarcia, Bruno Nogueira-
dc.date.accessioned2018-10-30T15:20:13Z-
dc.date.available2018-10-30T15:20:13Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.citationGARCIA, Bruno Nogueira. A estrutura conceitual e epistemológica do comportamento antissocial: uma revisão integrativa. 188f. - Dissertação - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Psicologia, Fortaleza (CE), 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/36788-
dc.description.abstractAntisocial behavior is a polysemic concept that is present in the practice and in the theoretical corpus of areas such as Law, Psychology, Psychiatry and Sociology, assuming a conceptual multiplicity analogous to its various fields of approach. There is no consensus on the nature and dimensionality of antisocial behavior, giving rise to a series of explanatory models of the phenomenon. In this sense, the present study aims to analyze the epistemological organization of theories explaining antisocial behavior. Therefore, it is presented as an integrative literature review, seeking to present and describe the phenomenon, as well as to know and analyze it within its socio-historical context. To construct this review, the APA-PsycArticles, Lilacs and Redalyc databases were selected, as well as the following filters: single descriptor Antisocial Behavior; scientific article type productions; in Portuguese, English and Spanish; in the time period from 2006 to 2016; and in the areas of Human, Social and Health Sciences. The Atlas.ti software (version 5) was used to support the data organization process. A total of 95 articles were selected, detailed as follows: in terms of databases, we obtained 26 articles in APA-PsycArticles, 20 in Lilacs and 49 in Redalyc; in terms of language, there were 35 in English, 38 in Spanish and 22 in Portuguese; in relation to the method, 19 were of a theoretical nature and 76 are empirical studies; in terms of sample, the ones that used children and adolescents in their evaluations were highlighted, with 48.6% of the total empirical studies. After analyzed, the articles were organized according to their epistemological basis, outlining four major approaches: clinical-psychiatric (27 articles), behavioral (28 articles), legal (17 articles) and sociological (23 articles). Each one presented its own thematic axes that were discussed in order to clarify the most prominent approaches to the construct. In the final part of the study, in contrast to the exposed approaches, we presented the integrative models of understanding the phenomenon from a pluralized epistemology. This research constructed a vast epistemological-methodological survey of the models and theories that explain the antisocial behavior, unpublished in Portuguese language, which hopes to serve as reference to studies and works in the multidisciplinary areas for which the theme emerges as a relevant demand.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectComportamento antissocialpt_BR
dc.subjectEpistemologiapt_BR
dc.subjectRevisão integrativapt_BR
dc.subjectAntisocial behaviorpt_BR
dc.subjectEpistemologypt_BR
dc.subjectIntegrative literature reviewpt_BR
dc.titleA estrutura conceitual e epistemológica do comportamento antissocial: uma revisão integrativapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.description.abstract-ptbrO comportamento antissocial é um conceito polissêmico que se encontra presente na prática e no corpus teórico de áreas como o Direito, a Psicologia, a Psiquiatria e a Sociologia, assumindo uma multiplicidade conceitual análoga aos seus vários campos de abordagem. Não há consenso sobre a natureza e dimensionalidade do comportamento antissocial, fazendo com que, nesse contexto plural, despontem uma série de modelos explicativos do fenômeno. Nesse sentido, o presente estudo tem por objetivo analisar a organização epistemológica das teorias explicativas do comportamento antissocial. Para tanto, apresenta-se delineado como revisão integrativa de literatura, buscando além de apresentar e descrever o fenômeno, conhecê-lo e analisá-lo dentro de seu contexto sócio-histórico. Para construção dessa revisão, foram selecionadas as bases de dados APA-PsycArticles, Lilacs e Redalyc. Da mesma forma, adotou-se os seguintes filtros: descritor único Antisocial Behavior; produções do tipo artigo de periódico; nos idiomas Português, Inglês e Espanhol; no intervalo temporal de 2006 a 2016; e nas áreas das Ciências Humanas, Sociais e da Saúde. Como suporte ao processo de organização dos dados, foi feito uso do software Atlas.ti (versão 5). Selecionou-se um total de 95 artigos, detalhados da seguinte forma: em termos de bases de dados, obteve-se 26 artigos na APA-PsycArticles, 20 na Lilacs e 49 na Redalyc; no que se refere ao idioma, foram 35 em Inglês, 38 em Espanhol e 22 em Português; em relação ao método, 19 foram de natureza documental/revisional/teórico e 76 são estudos de campo/empíricos/experimental; em termos de amostra, destacou-se as que empregavam crianças e adolescentes em suas avaliações, com 48,6% do total de estudos de campo/empírico/experimental. Após analisados, os artigos foram organizados em função de sua fundamentação epistemológica, delineando-se em quatro grandes aproximações: clínico-psiquiátrica (27 artigos), comportamental (28 artigos), legal (17 artigos) e sociológica (23 artigos). Cada uma destas apresentou eixos temáticos próprios que foram discutidos, a fim de clarificar as abordagens mais proeminentes acerca do construto. Na parte final do estudo, em contraponto às aproximações expostas, apresentou-se os modelos integrativos de compreensão do fenômeno a partir de uma epistemologia pluralizada. Essa pesquisa construiu um vasto apanhado epistemo-metodológico dos modelos e teorias explicativas do comportamento antissocial, inédito em língua portuguesa, que se espera servir de referência aos estudos e trabalhos nas áreas multidisciplinares para as quais o tema surge como demanda relevante.pt_BR
dc.title.enThe conceptual and epistemological structure of antisocial behavior: an integrative reviewpt_BR
Appears in Collections:PPGP - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_dis_bngarcia.pdf2,1 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.