Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/37311
Title in Portuguese: Saúde dos profissionais da estratégia saúde da família: análise dos riscos ergonômicos
Author: Silva, Francisco Adailre Alves da
Advisor(s): Almeida, Maria Eneide Leitão de
Keywords: Saúde do Trabalhador
Saúde da Família
Issue Date: 16-Feb-2016
Citation: SILVA, F. A. A. Saúde dos profissionais da estratégia saúde da família: análise dos riscos ergonômicos. 2016. 50 f. TCC (Graduação em Odontologia) - Faculdade de Farmácia,Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.
Abstract in Portuguese: Na Estratégia Saúde da Família (ESF) do município de Fortaleza, os profissionais de saúde estão submetidos a vários fatores de riscos ocupacionais no seu processo de trabalho, sendo os ergonômicos, um dos mais prevalentes. Nesse contexto, a pesquisa tem como objetivo geral avaliar esses riscos nos cirurgiões-dentistas e enfermeiros das unidades de atenção primária à saúde (UAPS) da secretaria regional (SR) IV no município de Fortaleza. Caracteriza-se de um estudo quantitativo, descritivo, observacional e transversal em que a coleta de dados foi realizada através de um questionário estruturado aplicado aos referidos profissionais de saúde. Os dados foram analisados através do programa estatístico SPSS versão 22.0, onde foram feitas as análises descritivas e inferenciais. Observou-se que a maioria dos profissionais são do sexo feminino, grande parte dos profissionais trabalham sob regime estatuário e a ganham entre 5 e 10 salários mínimos. 54,8% relataram não haver profissionais suficientes para o atendimento na UAPS. Quanto à existência de estrutura básica, mobiliários e equipamentos na UAPS, pouco mais da metade, 52,4%, confirmaram possuir. 78,6% dos profissionais cirurgiões-dentistas e enfermeiros consideravam-se trabalhadores saudáveis. A presença de dor ou incômodo como fator dificultador do trabalho foi apontada por 57,1% dos entrevistados. 88,1% dos participantes disseram não ter realizado treinamentos para doenças relacionadas ao trabalho. Percebe-se a necessidade de desenvolvimento e aplicação de políticas e intervenções que visem à melhoria das condições de trabalho e ergonomia dos profissionais pesquisados
Abstract: In the Family Health Strategy (ESF) in the city of Fortaleza, health professionals are subjected to various occupational risk factors in their work process, ergonomic being one of the most prevalent. In this context, research has the general objective to evaluate these risks in dentists and nurses in primary health care units (UAPS) regional office (SR) IV in Fortaleza. Features is a quantitative, descriptive, observational and cross where the data collection was carried out through a structured questionnaire administered to these health professionals. Data were analyzed using SPSS version 22.0, where the descriptive and inferential analyzes were performed. It was observed that most professionals are female, most professionals work under statutory regime and gain between 5 and 10 minimum wages. 54.8% reported no enough professionals to meet the UAPS. The existence of basic structure, furniture and equipment in the UAPS, just over half, 52.4%, have confirmed. 78.6% of dentists and professional nurses considered themselves healthy workers. The presence of pain or discomfort as a problem of labor was reported by 57.1% of respondents. 88.1% of participants said they had conducted training for work-related illnesses. We see the need for the development and implementation of policies and interventions aimed at improving working conditions and ergonomics professionals surveyed.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/37311
Appears in Collections:ODONTOLOGIA - Monografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_tcc_faasilva.pdf330,46 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.