Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/37401
Title in Portuguese: A alteridade nas diretrizes curriculares nacionais para a educação infantil: o reconhecimento do outro como princípio da educação infantil.
Author: Morais, Ana Paula Saraiva
Advisor(s): Frota, Ana Maria Monte Coelho
Keywords: Infância
Alteridade
Educação Infantil
Issue Date: 2015
Citation: MORAIS, Ana Paula Saraiva A alteridade nas diretrizes curriculares nacionais para a educação infantil: o reconhecimento do outro como princípio da educação infantil. 2015. 54f. – TCC (Monografia) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Educação, Curso de Especialização em Docência na Educação Infantil, Fortaleza (Ce), 2015.
Abstract in Portuguese: O presente trabalho trata-se de um estudo sobre os conceitos de alteridade infantil que possam estar presentes nas Diretrizes Curriculares Nacional para Educação Infantil (DCNEI). Os discursos imbuídos de preconceitos que atravessam os ambientes educacionais são preocupantes, perceptíveis através dos modelos de condutas exigidos, da repressão de comportamentos indesejáveis para os moldes de uma sociedade “civilizada” e do modelo do que as crianças devem fazer a cada experiência vivenciada. No intuito de não perpetuar e reafirmar estereótipos, além de fugir dessa normatização e analisar aquilo que causa opressão, faz-se necessário contrapor o fenômeno de exclusão, discriminação do outro aos conceitos de alteridade presentes nas Diretrizes Curriculares da Educação Infantil (Resolução CNE/CEB nº 05/09) que, por seu caráter deontológico, devem ser observadas na construção e aplicação das propostas pedagógicas das escolas que se propõem à formação das crianças. Propõe-se realizar uma interpretação dos textos da DCNEI a partir de uma analogia com os postulados teóricos dos autores estudados, a fim de identificar de forma crítica e construtiva o conceito de alteridade infantil contido, implícita e explicitamente, nas diretivas do documento para consecução do objetivo desta pesquisa, verificando-o como princípio fundamental para educação infantil. Pode-se inferir que as DCNEI preconizam uma educação que rompe com práticas tradicionais estigmatizantes, porém carecem de uma política governamental que concretize os postulados e visões de infância defendidos no texto. Assim, pode-se afirmar que um reconhecimento mais amplo da existência e efetividade desse conceito nas normas da educação básica podem acarretar significativas mudanças na visão que a sociedade tem sobre infância e educação infantil. Palavras-chaves:
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/37401
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:EDEI - Monografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_tcc_apsmorais.pdf1,09 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.