Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/37449
Title in Portuguese: Conto e reconto de tirinhas: oralidade e argumentação na educação infantil
Author: Sousa, Nidiane Marjorie Silveira de
Advisor(s): Araújo, Júlio Cesár Rosa de
Keywords: Conto
Reconto
Oralidade
Argumentação
Retalling
Orality
Issue Date: 2015
Citation: Sousa, N. M. S.; Araújo, J. C. R. (2015)
Abstract in Portuguese: O presente trabalho tem como objetivo investigar a possibilidade de desenvolver a oralidade através do conto e reconto de gibis com crianças entre 3 e 4 anos de idade, observando-se, a capacidade de argumentação oral em ambiente escolar através do estímulo pela leitura de quadrinhos, verificando o interesse pelo gênero, bem como a capacidade de compreensão apresentada pelas crianças, observando de que forma acontece o reconto feito pelos infantes, identificando competências e habilidades internalizadas, pontuando e apresentando contribuições significativas no desenvolvimento da linguagem oral. Tomamos como base teórica a tese da professora Alessandra Cardozo de Freitas (2005) no que se refere à ação argumentativa das crianças na discussão de histórias, autores como Chaer e Guimarães (2012) que discorrem acerca da importância do estímulo da linguagem oral já na primeira infância e os Referenciais Curriculares Nacionais para a Educação Infantil (1998). Desenvolvemos uma pesquisa qualitativa em um Centro de Educação Infantil (CEI) na cidade de Fortaleza com um grupo de cinco crianças, com idade entre 3 e 4 anos de idade. A pesquisa consistia em oficinas coletivas de conto e reconto de tirinhas. A pesquisadora era responsável por fazer a contação dos quadrinhos e, em seguida, as crianças tinham espaço para fazer o reconto e expressar suas opiniões e expressões que eram transcritas pela pesquisadora. Concluímos que a contação por meio de história em quadrinhos pode ser um importante apoio metodológico ao professor de educação infantil e uma boa opção para trabalhar-se o letramento infantil em salas de experiências ou salas de aulas. Observamos que as crianças são capazes de internalizar conceitos sociais, desenvolvendo a capacidade crítica e argumentativa que são essenciais em sua autoafirmação como cidadãos atuantes e transformadores da comunidade na qual estão inseridos. Percebemos que o conto e reconto de gibis cria oportunidades de ampliação das habilidades de comunicação oral, favorecendo o desenvolvimento de competências argumentativas e habilidades de reconto de textos coletivos ou individuais.
Abstract: This study aims to investigate the possibility of developing oral communication through the story and retelling of comic books with children between 3 and 4 years old, observing the ability of oral argument in the school environment by encouraging the reading comic books and comics, checking the interest in the genre, and the ability of understanding presented by children, observing how it happens recount done by infants, identifying skills and internalized skills, scoring and presenting significant contributions in the development of oral language. We take as theoretical base the thesis of Professor Alessandra Cardozo de Freitas (2005) with regard to the argumentative action of children in discussing stories, authors such as Chaer and Guimarães (2012) who talk about the importance of oral language stimulation on the first childhood and the National Curriculum Benchmarks for Early Childhood Education (1998). We developed a qualitative research in a Children's Educational Center (CEI) in Fortaleza with a group of five children, aged 3 and 4 years old. The research consisted of collective workshops tale and retelling of strips. The researcher was responsible for making the storytelling of comics and then the children had space to do the recall and express their opinions and expressions that were transcribed by the researcher. We conclude that storytelling through comics can be an important methodological support to the professor of early childhood education and a good option to work up the children's literacy experiences in rooms or classrooms. We observed that children are able to internalize social concepts, developing the critical and argumentative skills which are essential in your self-assertion as active citizens and community transformers in which they live. We realized that the tale and comic book retelling creates expansion opportunities for oral communication skills, fostering the development of argumentative skills and retelling skills of collective or individual texts.
Description: SOUSA, Nidiane Marjorie Silveira de. Conto e reconto de tirinhas: oralidade e argumentação na educação infantil. 2015. 69f.–TCC (Monografia) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Educação, Curso de Especialização em Docência na Educação Infantil, Fortaleza (Ce), 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/37449
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:EDEI - Monografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_tcc_nmssousa.pdf1,58 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.